0:00
0:00

Manter Geddel Vieira Lima foi um risco calculado

  • Por Jovem Pan
  • 23/11/2016 09h45
Marcelo Camargo/Agência BrasilMarcelo Camargo/Agência BrasilGeddel Vieira Lima e Michel Temer- ABR
Brasília - O ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, e o presidente interino Michel Temer durante reunião com líderes da Câmara e do Senado, no Palácio do Planalto. (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

As manchetes dos comentários de Fernando Rodrigues desta quarta-feira foram:

Governo resolve fazer o óbvio: liberar mais dinheiro arrecadado com a repatriação. Para estados fecharem as suas contas. Em troca, em teoria, governadores vão adotar agora medidas de austeridade em suas economias.

Decisão de manter Geddel Vieira Lima como ministro foi um risco calculado do Palácio do Planalto. É claro que o episódio desgastou o governo, mas a perda do ministro agora teria sido, segundo a avaliação de Michel Temer, ainda mais danoso para a articulação política governista.

Ouça os comentários completos AQUI.