0:00
0:00

Presidente do BC sofre pressão de dentro e fora do governo

  • Por Jovem Pan
  • 05/12/2016 13h41
Marcelo Camargo/Agência BrasilMarcelo Camargo/Agência BrasilIlan Goldfajn

Setores do governo Temer, do PSDB e da área produtiva pressionam o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, devido às altíssimas taxas de juros praticadas pelo governo brasileiro.

Goldfajn estaria apostando em reduções demoradas na Selic por causa de uma obsessão de perseguir o centro da meta da inflação já no ano que vem. 

Os críticos defendem um calendário mais elástico para atingir o centro da meta e repudiam o corte ínfimo de 0,25% nos juros, que permanecem em 13,75%.

Esse foi um dos comentários de Fernando Rodrigues desta segunda-feira (5). Ouça a análise completa AQUI.

O comentarista político da Jovem Pan em Brasília também falou sobre a agenda da semana, cujo principal destaque será o evnio da reforma da Previdência.

Além disso, o presidente Michel Temer tomou coragem e começará a viajar por estados do Nordeste. 

Deputados e senadores reagem às manifestações que elegeram o Congresso como um dos alvos principais.

Pode ser analisao o projeto de Renan sobre o abuso de autoridade, bem como a reforma do Ensino Médio.

STF avalia casos de aborto para mulheres com vírus zika.

Os 77 executivos da Odebrecht começam formalmente a prestar depoimentos acordados

E, na sexta, o IBGE divulga taxa do IPCA, índice oficial de inflação.