Finalmente, o mal-entendido entre o cantor norte-americano Bob Dylan e a Academia Sueca, responsável pela premiação do Nobel, está próximo do fim. Nesta terça-feira, foi anunciado que Dylan, ganhador do Nobel de Literatura em 2016, vai receber a premiação.

O cantor estará em Estocolmo para a realização de dois shows, 1 e 2 de abril, e segundo Sara Danius, secretária permanente da Academia, ficou acordado que a entrega será neste final de semana. "A Academia e Bob Dylan decidiram se reunir neste fim de semana. A Academia dará o diploma e a medalha e o felicitará pelo Nobel de Literatura. O encontro será íntimo e não haverá veículos de imprensa presentes, só Dylan e membros da Academia", revelou.

No entanto, o músico ainda não se pronunciou sobre o prêmio. Ele tem até o dia 6 de junho para apresentar uma palestra caso queria receber também o prêmio de US$ 900 mil. A exigência faz parte do protocolo da chamada “conferência do Nobel”. Mas a Academia acredita que ele enviará um depoimento gravado.

"A Academia tem razões para acreditar que uma versão gravada será enviada mais adiante. Os discursos do Nobel são apresentados de vez em quando gravados, a última vez foi com Alice Munro em 2013. Por enquanto, não há mais detalhes", revelou Sara Danius.

Dylan, autor de Blowing in the Wind, foi o primeiro cantor ganhador do Nobel de Literatura, e, segundo a Fundação Nobel, recebeu a premiação por “criar novas expressões poéticas dentro da grande tradição da canção americana".