O dia 1º de dezembro foi instituído pela Organização Mundial de Saúde como o Dia Mundial de Combate à Aids. A OMS mobilizou o mundo para a luta contra o HIV. Com o slogan “Viver com Aids é possível. Com Preconceito Não”, a campanha visa chamar a atenção dos jovens de maneira leve, alertando para a importância do uso da camisinha.

Mas você sabe como surgiu a Aids? O vírus HIV foi descoberto em 5 de maio de 1983 e já acabou com a vida de milhões de homens, mulheres e crianças em todo o mundo. Desde o começo da epidemia, cerca de 30 milhões de pessoas já morreram em razão da doença.

Diversos artistas foram vítimas da doença. Entre os mais famosos estão os atores Lauro Corona, Sandra Bréa, Thales Pan Chacon e Claudia Magno; os cantores Cazuza, Freddie Mercury e Renato Russo; além do sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, que contraiu a Aids em uma transfusão de sangue.

Antigamente, a população não tinha conhecimento da necessidade do uso da camisinha, mas, com o passar dos anos, as novas transmissões foram reduzindo. Segundo a Unaids, o número de infectados caiu 19% de 1999 a 2009, para 2,6 milhões de pessoas.

Vale ressaltar, também, que o acesso aos tratamentos aumentou e mais de 5,2 milhões de pessoas puderam usar os antirretrovirais contra a doença, bem mais do que os 700 mil contabilizados em 2004.

A Organização Mundial de Saúde divulgou dados surpreendentes. Na África Subsaariana, 80% de todas as mulheres e meninas estão infectadas pelo HIV. No leste europeu, mais de 50% dos casos foram identificados entre usuários de drogas intravenosas. De acordo com a OMS, o estigma e a discriminação prejudicam os esforços para ajudar no combate à Aids.

Por isso, vale ressaltar o lema da campanha: “Viver com Aids é possível. Com Preconceito Não”. Reflita, e se proteja!