Nesta segunda-feira, é comemorado o Dia da Proclamação da República. Muitos apenas se lembram que estudaram o assunto no colégio, mas atualmente só se importam com a folga em razão do feriado. E poucos sabem qual o significado desta data e a importância dela para o Brasil.

Pois é. Marechal Deodoro da Fonseca é o personagem histórico responsável pela Proclamação da República de nosso país. Em 15 de novembro de 1889, no Rio de Janeiro, o movimento político-militar liderado pelo marechal acabou com o Império e instaurou, no Brasil, uma República Federativa, tão defendida pelo Manifesto Republicano de 1870.

Há 121 anos, os políticos, intelectuais e profissionais liberais defendiam a necessidade de se instaurar um regime presidencialista, representativo e descentralizado no país. O fato foi considerado um grande golpe por Dom Pedro II, já que derrubava completamente a monarquia do Império do Brasil e acabava com a soberania do grande imperador.

Com a instituição do Governo Provisório, Dom Pedro II decidiu fazer suas malas e foi embora para Portugal com a família real. E assim, Marechal Deodoro da Fonseca assumiu a chefia do novo governo, se tornando o presidente da nova República. Como seus parceiros, seguiam o marechal Floriano Peixoto, Benjamin Constant, Quintino Bocaiúva, Rui Barbosa, Campos Sales, Aristides Lobo, Demétrio Ribeiro, entre muitos outros nomes que se tornaram grandes na política brasileira.