Genebra, 25 jan (EFE).- A cantora Tina Tuner, de 73 anos, está a um passo de obter nacionalidade suíça, algo que conseguirá uma vez que tenha sinal verde do cantão de Zurique e do Governo Federal. O trâmite para obter a cidadania já está em sua etapa final, após ter conseguido a cidadania da comuna de Küsnacht (Zurique), onde reside há 20 anos. Küsnacht, situada na chamada "Costa Dourada", atribuiu à cantora americana os direitos como cidadã e agora só falta esperar a confirmação das autoridades cantonais e federais para se tornar cidadã suíça. "Tina Turner está muito ligada ao país e aprecia o respeito que o país garante com relação a sua vida privada, e a partir disso, nasceu o desejo de ser cidadã suíça", segundo informaram fontes de sua agência de relações públicas. A cantora, cujo verdadeiro nome é Anna Mae Bullock e que se aposentou da vida artística depois da turnê oferecida entre 2008 e 2009, vive na Suíça desde 1995 em companhia de seu companheiro, o empresário alemão Erwin Bach. A carreira da artista americana começou nos anos 60, quando formou um dueto com seu então marido, Ike Turner. No entanto, sua vida pessoal não foi tão boa como a bem-sucedida carreira musical, e em 1976, deixou seu marido após ter sido vítima de maus-tratos. Após um difícil início de carreira, a "Rainha do Rock" viu seu êxito aumentar e algumas de suas músicas - como "Simply The Best" e "Private Dancer"- se transformarem em clássicos. Tina Turner tem dois filhos, conquistou vários prêmios e participou de diversos filmes.EFE