Tuta e Nilton Travesso relembram as grandes temporadas internacionais do Teatro Consolação e do Teatro Paramount. Um dos grandes nomes do jazz norte-americano, Nat King Cole, passou por estes palcos e emocionou o público que foi até lá prestigiá-los.

Em sua épocas áureas, o cantor internacional tinhan que encontrar suco, whisky e batatinha nos bastidores para não ficar bravo "feito uma fera". Cole também só tocava em piano branco; por isso, em uma determinada ocasião, ele fez que pintassem um piano preto que havia sido separado para sua performance.

Sammy Davis Jr. também foi outro nome da música americana que proporcionava grandes shows por onde passava. "Baixinho, feio, queixudo, mas quando entrava no palco, cantava e dançava muito." Este era da mesma "gangue de Frank Sinatra". Confira o áudio na íntegra.