Angelina Jolie e Gwyneth Paltrow revelam ter sofrido assédio de produtor de Hollywood

  • Por Jovem Pan
  • 10/10/2017 15h05

Reprodução

Angelina Jolie e Gwyneth Paltrow falaram sobre o caso ao jornal "The New York Times"

Na última semana, o jornal The New York Times publicou uma matéria denunciando o influente produtor de Hollywood, Harvey Weinstein, por assediar diversas atrizes ao fechar acordos para filmes. Nesta terça-feira (10), Angelina Jolie e Gwyneth Paltrow declararam que também sofreram assédio de Weinstein.

Gwyneth Paltrow contou que foi assediada aos 22 anos, durante sua contratação para o filme “Emma”. O assédio aconteceu em um quarto de hotel quando Harvey tentou colocar as mãos na atriz e lhe oferecer uma massagem. Gwyneth confrontou o produtor e ele a ameaçou para que não contasse sobre o caso.

“Eu era uma criança, tinha acabado de assinar o contrato e fiquei petrificada”, falou ao The New York Times. Gwyneth contou sobre o assédio para Brad Pitt, que era seu namorado na época, e o ator chegou a confrontar o produtor.

Angelina Jolie confirmou à publicação que também foi assediada pelo produtor em um quarto de hotel durante o lançamento do filme “Corações Apaixonados”, de 1998.

“Eu tive uma experiência ruim com Harvey Weinstein na minha juventude, e como resultado, escolhi nunca trabalhar com ele de novo e avisar outras pessoas disso”, falou. “Esse comportamento contra mulheres em qualquer área e em qualquer país é inaceitável”, afirmou.

 

Repercussão

Desde que a matéria foi publicada pelo The New York Times, diversas atrizes e atores que já trabalharam com Harvey o condenaram pelas acusações de assédio.

“Esse tipo de abuso é indesculpável e absolutamente perturbador. Me solidarizo com todas as mulheres afetadas por essas ações grosseiras. E eu quero agradecê-las pela coragem de denunciar”, falou Jennifer Lawrence. George Clooney concordou: “não há como aceitar isso. Não há nada a dizer, exceto que é indefensável (…)”.

“O comportamento é indesculpável, mas o abuso de poder é familiar. Cada voz corajosa que é ouvida e creditada pela nossa mídia mudará o jogo”, declarou Meryl Streep.

 

  • Tags: