Monique Evans usou seu perfil do Instagram para comentar a polêmica envolvendo a tatuagem nada discreta que sua filha, Bárbara Evans, fez para homenageá-la. A apresentadora defendeu a jovem, afirmando que ela queria apenas mostrar que a ama, mas assumiu que o desenho não ficou dos melhores.


“Eu pensava que fã era aquela pessoa que amava demais um ídolo! Que sabia de tudo sobre o ídolo e só queria o seu bem! Mas acho que me enganei! O mundo está muito estranho! Todos esperando por um erro de alguém para acabar com a pessoa! Cuidado, isso pode levar ao suicídio ou a problemas sérios! Agora vamos lá: eu sempre disse que quem saía da ‘Fazenda’ saía com problemas! Nunca quis a baby lá! Ela deve estar piradinha ainda e vai demorar para voltar ao normal. Vocês NUNCA vão entender, só quem já esteve lá sabe. Ela deve remoer diariamente coisas, ainda não caiu na realidade e talvez nunca caia! A separação do Mateus foi sofrida, os compromissos um atrás do outro... E vocês cobrando por qualquer coisa! Agora, por que ela fez algo sem pensar, vocês a detonam dessa maneira? Já pensaram que naquele momento ela queria mostrar que me ama e que fez uma cagada por que o cara era ruim? Tadinha! Vontade de abraçar, beijar, ajudar”, escreveu.


Em seguida, Monique ainda sugeriu que Bárbara deverá tentar esconder a tatuagem de alguma maneira.


“Quantos artistas fazem plásticas que não dão certo? Usam roupas ridículas? Fazem cagadas enormes? Agora é dar força para ela aguentar 15 dias de cicatrização e ver o melhor a fazer. Ou vai fazer um desenho lindo cobrindo ou tirar. Mas a cicatriz do que vocês disseram, essa vai ficar para sempre no coraçãozinho dela”, finalizou.