Gisele Bundchen se envolveu em uma polêmica nos Estados Unidos. Mas não é nada ligado a sua prolífica carreira e, sim, aos hábitos culturais entre Brasil e EUA.

Ao criar seus filhos em um mix das duas culturas, a top model se viu envolta em um problema ao publicar uma foto de sua filha Vivian com brincos nas orelhas.

Com 8 meses, a pequena teve suas orelhinhas furadas, o que é um hábito cultural comum aqui no Brasil, mas não nos EUA e no Reino Unido, onde esta tradição não existe, já que as meninas costumam fazer os primeiros furos apenas no final da pré-adolescência.

De acordo com o site do Daily Mail, alguns pais rotularam o ato como cruel.

“Eu não sou a favor de causar dor em meus filhos por nenhum benefício médico”, disse uma mãe ao comentar a foto.

Já uma brasileira residente nos EUA defendeu Gisele:

“Não tem nada a ver com vaidade. É simplesmente uma tradição cultural. Eu me apavorei quando soube que meu primeiro filho era uma menina porque não sabia onde iria levá-la para furar as orelhas”, contou Roxana Soto, co-fundadora da Spanglish Baby, e moradora de Denver.