0:00
0:00

Filhos de Trump costumavam brincar com Michael Jackson, diz ex-mulher

  • Por Jovem Pan
  • 10/10/2017 17h28
ReproduçãoImagem de arquivo do músico morto em 2009

Donald Trump sempre foi um homem desconfiado. Décadas atrás, com medo de encontrar “alpinistas sociais” pelo caminho, o empresário costumava proibir seus três filhos (Ivanka, Donald Jr. e Eric) de levarem os amiguinhos da escola para brincar na Trump Tower. Apenas uma pessoa tinha acesso liberado à residência: o cantor Michael Jackson.

A informação foi encontrada pela People no livro Raising Trump, obra recém-lançada pela ex-mulher do presidente norte-americano, Ivana Trump. De acordo com o texto, o músico morava no mesmo prédio que a família naquela época e era um amigo próximo de todos.

“Ele ia até nossa casa e ficava uns 20 minutos conversando com Donald e eu. Depois ia ao quarto das crianças e passava horas e mais horas. Eles assistiam MTV, jogavam Mario ou Tetris, construíam torres de Lego”, conta a autora. “Michael lidava com Ivanka e os garotos melhor do que nós”.

No livro, a ex-mulher do presidente afirma ainda que durante todo o tempo o grupo era acompanhado pelas babás da casa. E ela duvida que as denúncias de abuso sexual e pedofilia enfrentadas pelo popstar em vida sejam verdadeiras.

“Minha leitura é que ele era assexual. Era uma criança em corpo de homem. E era doce e gentil. Ele nunca machucaria ninguém”, conclui.