A vocalista da banda Calypso, Joelma, não poupou críticas ao casamento entre homossexuais. Excessivamente contra a união homoafetiva, a cantora comparou os gays aos dependentes químicos.

Em entrevista à revista Época deste fim de semana, a vocalista que é evangélica disse que, se tivesse um filho homossexual, “lutaria até a morte” para convertê-lo. “Já vi muitos se regenerarem. Conheço muitas mães que sofrem por terem filhos gays. É como um drogado tentando se recuperar”, declarou.

Por outro lado, a vocalista demonstrou não se importar em mostrar o corpo em looks pra lá de ousados no palco. “Uso aquelas roupas curtas e rebolo, mas quando falo de Deus todo mundo entende”, concluiu. Então tá!