0:00
0:00

Zezé Di Camargo é atacado na web ao dizer que não houve ditadura no Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 12/09/2017 09h42
Reprodução/ FacebookZezé Di Camargo revoltou internautas com declaração sobre o país

Zezé Di Camargo despertou a fúria da internet com uma entrevista que deu à jornalista Leda Nagle em seu canal no Youtube. O cantor, que em suas próprias palavras, é muito politizado, disse acreditar que não houve ditadura militar no Brasil e se tornou alvo de ataques pelo comentário.

“Muita gente confunde militarismo com ditadura. Todo mundo fala ‘nós vivíamos uma ditadura’. Nós não vivíamos em uma ditadura, nós vivíamos em um militarismo vigiado. Ditadura é a Venezuela, Cuba com Fidel Castro, Hungria, Coreia do Norte, China. Esses são realmente ditadores. O Brasil nunca chegou a ser uma ditadura daquelas que ou você está a favor ou você está morto”, falou Zezé.

O cantor voltou a polemizar ao defender que esse momento que o Brasil passou não foi tão violento e que o país precisa de um militarismo para “reorganizar as coisas”.

“Não chegou a ser tão sangrenta, tão violenta, como a gente vive até hoje, no mundo de hoje. Não dá para acreditar que muita gente ainda acredita que uma ditadura vai dar certo. Mas eu acho, eu acredito, as pessoas vão me achar maluco, não quero isso jamais para o Brasil, mas eu imagino que o Brasil hoje precisaria passar por uma depuração. O Brasil até podia pensar no militarismo para reorganizar a coisa e entregar de novo”, declarou.

Pelo Twitter, os internautas se mobilizaram para criticar o comentário de Zezé e ironizaram seu conhecimento histórico. Muitos ainda lembraram da cena de “Dois Filhos de Francisco”, em que Zezé e Luciano são impedidos de cantar na rádio por conta da censura do presidente militar.

Veja a repercussão: