Demitido do SBT, Moacyr Franco ganha homenagem na Globo

  • Por Estadão Conteúdo
  • 03/01/2018 18h44

Reprodução

Especial do "Vídeo Show" relembrou a carreira do artista na Globo

Demitido do SBT após 20 anos de serviços prestados, Moacyr Franco recebeu uma bela homenagem do “Vídeo Show”, da TV Globo, nesta quarta-feira (3).

Anunciado pelos apresentadores Joaquim Lopes e Sophia Abrão como “grande artista”, Moacyr foi até os estúdios Globo para um encontro com o repórter Rafael Cortez, onde relembrou algumas de suas passagens pela emissora. Os trabalhos executados no SBT e em outras concorrentes foram ignorados pela reportagem.

“Eu era pintor de uma oficina. Fazia carroceria de caminhões. Um dia apareceu um maestro que queria pintar a estante de uma orquestra. Ele me perguntou quanto era [o serviço], e eu falei: ‘se o senhor me deixar cantar um bolero eu faço de graça’. E eu fiz. Foi a orquestra Tapajós”, disse Moacyr, sobre o início de sua carreira artística.

Na Globo, ele trabalhou ininterruptamente entre 1971 e 1980, onde apresentou três programas: Moacyr Franco Especial, Moacyr Franco Show e Moacyr TV. Além disso, teve músicas que foram temas de novelas, como Uma Rosa com Amor (1972) e Fogo Sobre a Terra (1974).

Durante a homenagem, Rafael Cortez falou sobre o incêndio que atingiu os Estúdios Globo, em 1976, e mostrou fotos e vídeos de Moacyr ajudando a salvar as latas de fitas que guardavam os vídeos de acervo da emissora. “Gente de todas as áreas, do jornalismo, salvando tudo. Me arrepio só de falar”, lembrou.

“Por enquanto é só. Espero que vocês tenham gostado da minha história, que não acaba aqui não. Ainda tem muita coisa. Boa tarde”, disse o artista no encerramento da reportagem, que durou quase nove minutos.