0:00
0:00

Elenco e equipe de “One Tree Hill” denunciam criador da série por assédio sexual

  • Por Jovem Pan
  • 14/11/2017 12h06

Reprodução

Sophia Bush, Bethany Joy Lenz e Hilarie Burton apoiaram as declarações de assédio contra Mark Schwahn

O elenco e a equipe de “One Tree Hill”, finalizada em 2012, escreveram uma carta aberta acusando o criador da série, Mark Schwahn, de assédio sexual. Nomes como Sophia Bush (Brooke), Hilarie Burton (Peyton), Bethany Joy Lenz (Haley), do elenco principal, apoiaram as declarações da roteirista Audrey Wauchope.

“O comportamento de Mark Schwahn durante as filmagens de ‘One Tree Hill’ era algo como ‘um segredo conhecido’. Muitas de nós fomos, em graus diferentes, manipuladas psicológica e emocionalmente. Mais de uma de nós ainda está em tratamento de estresse pós-traumático, Muitas de nós fomos colocadas em situações desconfortáveis e tivemos que aprender a lutar, muitas vezes fisicamente, porque ficou claro para nós que os supervisores na sala não eram os protetores que deviam ser”, diz parte da carta.

Segundo o textos, as atrizes e mulheres da equipe se uniram para criar um ambiente mais seguro no set de filmagens e alertar as novas funcionárias sobre os casos de assédio, mas ouviram de muitos que se isso fosse divulgado na época, a série seria cancelada, deixando muitos sem emprego.

Audrey Wauchope ainda disse que era constantemente tocada sem consentimento por Schwahn e que ele chegou a pedir para outro roteirista convencê-la a se casar com ele. “Estou furiosa e triste pelas mulheres que precisaram se sentar em um sofá ao lado daquele homem e estou furiosa e triste que, mesmo anos depois, eu não me sinto segura para conseguir fazer nada real sobre isso, que parece estar acontecendo em todo o lugar”, escreveu.

“One Tree Hill”, exibida no Brasil como “Lances da Vida” teve 9 temporadas. A série foi ao ar de 2003 a 2012.