A vencedora do Big Brother Brasil 17, Emilly Araújo, compareceu à Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM), na manhã desta segunda-feira (17), no Rio de Janeiro, para depor sobre a suposta agressão que sofreu de Marcos Harter durante a programa.

A gaúcha chegou acompanhada por seguranças e pela irmã Mayla e não trocou nenhuma palavra com a imprensa que estava no local.

Na última semana, o médico também foi intimado para depor sobre o assunto, um dia antes da grande final do reality show. Ele compareceu à Delegacia sem comentar nada com os jornalistas.

Entenda

Na madrugada de 9 de abril, durante uma das festas do BBB, Marcos se irritou com Emilly e começou a gritar com a sister, apontando o dedo em seu rosto e segurando o braço dela com força. A jovem de 20 anos chegou a reclamar de que o cirurgião estava usando força demais e machucando-a.

Após receber uma série de denúncias de fãs, a Delegacia da Mulher de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, resolveu agir e pediu as imagens do ocorrido para analisar se houve agressão.

Após a averiguação e confirmação que houve indícios de violência, a direção do BBB resolveu expulsar o doutor da competição. O anúncio foi feito por Tiago Leifert durante o programa do dia 11 de abril.