0:00
0:00

“Vamos torcer agora para Salman Rushdie ganhar o Grammy”, ironiza Ruy Castro

  • Por Jovem Pan
  • 13/10/2016 15h59
ReproduçãoRuy Castro

O Prêmio Nobel de Literatura dado a Bob Dylan, nesta quinta-feira (13), dividiu opiniões. Muito embora ele reconhecidamente tenha deixado um legado imensurável na música, a justificativa para a sua premiação – por ter criado novas formas de expressão poéticas no quadro da grande tradição da música americana- não convenceu grande parte do mundo literário.

Um dos principais escritores brasileiros, Ruy Castro, autor de obras como “O Anjo Pornográfico” e “Estrela Solitária”, engrossou o coro dos opositores em entrevista exclusiva para a repórter Helen Braun, da Jovem Pan.

“Prêmio Nobel de Literatura pro Bob Dylan, é? Vamos torcer agora para o Salman Rushdie ganhar o Grammy de disco do ano”, ironizou.

Salman Rushdie era um dos favoritos ao prêmio levado por Dylan. O escritor britânico – que tem 15 livros no currículo -, no entanto, usou sua conta no Twitter para enaltecer o músico.

“De Orfeu a Faiz, música e poesia sempre estiveram estreitamente conectadas. Dylan é o brilhante herdeiro da tradição do bardo. Ótima escolha”, escreveu.