0:00
0:00

Atlético-MG goleia o Godoy Cruz e avança como 1º do grupo na Libertadores

  • Por Estadão Conteúdo
  • 17/05/2017 08h54
Daniel Teobaldo / Futura Press / Estadão ConteúdoDaniel Teobaldo / Futura Press / Estadão ConteúdoAtlético-MG termina a fase de grupos com 13 pontos conquistados

Atlético-MG termina a fase de grupos com 13 pontos conquistados

O Atlético-MG finalmente engrenou sob o comando de Roger Machado. Nesta terça-feira, a equipe realizou uma de suas melhores exibições na temporada, goleou o time misto do Godoy Cruz por 4 a 1, no Independência, e garantiu a classificação como primeiro colocado do Grupo 6 da Libertadores.

Depois de um começo de temporada oscilante, o que se viu em campo nesta terça foi justamente o que Roger vinha pregando desde janeiro. O Atlético-MG envolveu o Godoy Cruz com muita movimentação e passes rápidos e precisos. O time brasileiro só não tornou o placar ainda mais elástico porque a beleza no toque de bola por vezes se transformou em displicência, até pela fragilidade do adversário.

Foi a comprovação do sucesso do esquema com três volantes, novamente tendo Elias como um dos destaques, mas principalmente do acerto na escalação de Cazares como titular. O equatoriano foi o dono da partida, principalmente no primeiro tempo, quando marcou dois gols. Facilitou a vida do Atlético-MG, também, a opção do Godoy Cruz de escalar uma equipe mista, repleta de reservas, já pensando nas oitavas de final.

Com o resultado, o Atlético-MG terminou a primeira fase com 13 pontos, seguido justamente pelo Godoy Cruz, com 11. Agora, as atenções do time mineiro voltam-se novamente para o Campeonato Brasileiro, pelo qual receberá o Fluminense neste domingo.

Antes do duelo desta terça, a emoção tomou conta com homenagens a Victor, desfalque por conta da perda do pai na madrugada do último domingo para segunda. Mas com a bola em jogo, o Atlético-MG tomou a iniciativa e demorou somente três minutos para marcar. Cazares recebeu passe longo de Marcos Rocha, aproveitou cochilo da defesa e foi esperto para tocar por cobertura, marcando belo gol.

O time da casa não tinha qualquer dificuldade para envolver o adversário. Em duas rápidas escapadas, Cazares parou na defesa adversária, mas na segunda, apenas com falta próxima à meia-lua. O próprio equatoriano foi para a cobrança e acertou lindo chute no canto direito do goleiro. A bola ainda tocou no travessão e entrou.

A aproximação de Cazares e Elias com os atacantes e a velocidade no toque de bola deixavam o adversário perdido. E assim, não demorou para sair o terceiro, ainda no primeiro tempo. Aos 46, Robinho recebeu pelo meio e deu toque esperto para Elias arrancar, entrar na área e bater para a rede na saída do goleiro.

O atropelamento teve sequência logo no início do segundo tempo, quando a vitória se transformou em goleada aos três minutos. Com Maicosuel na vaga de Adilson, o Atlético-MG era ainda mais envolvente, e em nova rápida troca de passes, Fred recebeu de Cazares para invadir a área e bater cruzado, sem chances para Rey.

Só então, os donos da casa pararam para respirar. Com o confronto definido, Roger tirou Robinho e Marcos Rocha, que apresentaram problemas físicos, para colocar Otero e Danilo. Sem um lateral de ofício, o Atlético-MG viu o Godoy Cruz crescer pelo lado esquerdo do ataque.

E foi assim que o time argentino chegou ao gol de honra aos 27, quando Sánchez recebeu nas costas do improvisado Yago e cruzou para Garro, que aproveitou cochilo de Felipe Santana e definiu o placar.

FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-MG 4 X 1 GODOY CRUZ

ATLÉTICO-MG – Rodrigo Rey; Bonacorso (Abecasis), Diego Viera, Danilo Ortíz e Cobos; Poyet, Maxi Correa e Nicolás Sánchez; Carabajal, Fernando Núñez (Santiago García) e Sigales (Garro). Técnico: Lucas Bernardi.
GODOY CRUZ – Giovanni; Marcos Rocha (Danilo), Felipe Santana, Gabriel e Fábio Santos; Adilson (Maicosuel), Yago, Elias e Cazares; Robinho (Otero) e Fred. Técnico: Roger Machado.
GOLS – Cazares, aos três e aos 28, e Elias, aos 46 minutos do primeiro tempo. Fred, aos três, e Garro, aos 27 minutos do segundo tempo.
ÁRBITRO – Michael Espinoza (Fifa/Peru).
CARTÕES AMARELOS – Danilo (Atlético-MG); Poyet, Correa, Carabajal (Godoy Cruz).
PÚBLICO – 17.009 torcedores.
RENDA – R$ 1.092.323,00.
LOCAL – Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).