0:00
0:00

Com dificuldades financeiras, Amaral explica sobre “burrada” de sua vida

  • Por Jovem Pan
  • 28/02/2015 15h44
FolhapressFolhapressAmaral - Memoria do Plantão -2
O volante Amaral em treino do Palmeiras. [FSP-Esporte-09.03.96]*** NÃO UTILIZAR SEM ANTES CHECAR CRÉDITO E LEGENDA*** (Crédito: Lalo de Almeida/Folhapress)

Um estiramento na coxa tirou Amaral, hoje no Capivariano, do confronto contra seu ex-clube, o Palmeiras, logo mais, às 18h30, no Allianz Parque. Em recuperação nos próximos dez dias, o volante foi entrevistado ao vivo no plantão deste sábado.

O assunto de maior destaque no bate-papo com Amaral foi as dificuldades financeiras que o atleta passou durante toda a carreira e que estão fazendo diferença nos dias de hoje. Amaral destaca sua condição.

“Eu poderia estar em uma situação melhor. Eu não voltei a jogar futebol por causa de dinheiro, pois o que eu fazia antes do Capivariano me dava mais renda. Mas, gosto de jogar e estou feliz no meu clube. Infelizmente hoje não poderei ajudar meus companheiros.

Amaral destacou o que aconteceu com o bom dinheiro que acumulou. “Eu perdi muito dinheiro na Itália. Quando a Fiorentina faliu, eu perdi praticamente R$ 12 milhões, que hoje deixaria a minha vida estabelecida. Não gosto de ficar lembrando, agradeço a Deus por tudo que tenho: um carro bom, um bom apartamento e pagar as contas da minha mãe”.

O volante ainda teve a oportunidade de se recuperar financeiramente, quando defendia o Besiktas, mas segundo ele, falou cabeça. “Me arrependo de ter rescindido meu contrato na Turquia, foi a grande burrada da minha vida. Eu preferi sair por causa do treinador. Ele descobriu que o meu salário era um dos maiores e começou a me sacanear. Dava para ter continuado”.