0:00
0:00

Com Kerber na liderança, ranking da WTA tem intensa troca de posições no Top 10

  • Por Estadão Conteúdo
  • 20/03/2017 11h06
EFEEFENº 1 do mundo

Nº 1 do mundo

Com apenas 1.295 pontos separando a terceira da oitava colocada, o Top 10 do ranking da Associação das Tenistas Profissionais (WTA) teve uma dança das cadeiras após a atualização desta segunda-feira. Houve mudança até na ponta, com a Angelique Kerber ultrapassando Serena Williams.

A alemã voltou ao primeiro lugar apesar da derrota para a russa Elena Vesnina nas oitavas de final do Torneio de Indian Wells, nos Estados Unidos. O retorno à liderança, de qualquer forma, independia do resultado de Kerber, uma vez que ela foi beneficiada pela ausência de Serena, que se recupera de uma lesão no joelho e não joga desde janeiro.

Nesta segunda, Kerber aparece 385 pontos à frente de Serena, que também não vai jogar em Miami. Lá, a norte-americana tinha apenas 120 pontos a defender, enquanto a alemã somou 390 pontos em 2016. Ou seja: novamente independente do resultado, Kerber continuará líder na semana que vem.

Semifinalista em Indian Wells, a checa Karolina Pliskova manteve o terceiro lugar, com a eslovaca Dominika Cibulkova assumindo o quarto lugar, ultrapassando a romena Simona Halep, eliminada na terceira rodada.

Depois de chegar à semifinal em 2016, a polonesa Agnieska Radwanska também caiu na terceira rodada e perdeu duas posições. Despencou para o oitavo lugar, ultrapassada pela espanhola Garbiñe Muguruza e a russa Svetlana Kuznetsova.

Campeã em Indian Wells, Vesnina subiu apenas duas posições, para o 13º lugar, uma vez que, na última atualização, havia uma lacuna grande entre ela, então na casa de 2.300 pontos, e a primeira tenista dela, que já estava na casa de 3.000 pontos.

Assim, a subida mais expressiva da semana foi da francesa Kristina Mladenovic, que pulou do 26º para o 18º lugar depois de chegar à semifinal. Por outro lado, a bielo-russa Victoria Azarenka, grávida, caiu do 17º para o 48º lugar. Ela havia sido campeã no ano passado.

Entre as brasileiras, Bia Haddad Maia se manteve como número 1 do País e chegou ao 166º lugar após ganhar o Future de Clare, na Austrália. Paula Gonçalves aparece em 187º lugar, com Teliana Pereira duas posições abaixo. Teliana vem de derrota na primeira rodada no Future de Curitiba e na segunda rodada no de São Paulo. Vice-campeã no Paulistano, Laura Pigossi, de 22 anos, ganhou 74 posições e agora aparece em 345º lugar, ainda como quarta melhor brasileira.

Confira o ranking atualizado da WTA:

1) Angelique Kerber (ALE), 7.515 pontos
2) Serena Williams (EUA), 7.130
3) Karolina Pliskova (RCH), 5.640
4) Dominika Cibulkova (ESQ), 5.160
5) Simona Halep (ROM), 5.022
6) Garbiñe Muguruza (ESP), 4.790
7) Svetlana Kuznetsova (RUS), 4.555
8) Agnieszka Radwanska (POL), 4.345
9) Madison Keys (EUA), 4.007
10) Elina Svitolina (UCR), 3.850
11) Johanna Konta (GBR), 3.545
12) Venus Williams (EUA), 3.485
13) Elena Vesnina (RUS), 3.320
14) Caroline Wozniacki (DIN), 3.225
12) Petra Kvitova (RCH), 3.095 
16) Timea Bacsinszky (SUI), 2.303
17) Anastasia Pavlyuchenkova (RUS), 2.141
18) Kristina Mladenovic (FRA), 2.080
19) Samantha Stosur (RCH), 2.010
19) Barbora Strycova (RCH), 1.995

166) Bia Haddad Maia (BRA), 341
187) Paula Gonçalves (BRA), 287
189) Teliana Pereira (BRA), 286