0:00
0:00

Convocado, Rodriguinho diz viver melhor momento da carreira

  • Por Estadão Conteúdo
  • 19/05/2017 20h43
Divulgação / Daniel Augusto Jr. / Agência CorinthiansDivulgação / Daniel Augusto Jr. / Agência CorinthiansRodriguinho

Rodriguinho

Convocados pelo técnico Tite nesta sexta-feira, Rodriguinho e Fagner serão os representantes do Corinthians na Seleção Brasileira nos amistosos contra Argentina e Austrália, em junho. Campeão paulista e um dos artilheiros da equipe no ano, o meia recebeu a notícia com uma “explosão de alegria” e diz viver a melhor fase de sua carreira.

“Com o título muito recente, fresco na memória, e a convocação, é um sentimento muito especial. Agora a vida continua, a gente tem de estar provando e trabalhando bastante. É um começo de ano muito bom, com título, gols e convocação, não tem como discutir que é o melhor momento da minha carreira”, exaltou Rodriguinho.

Será a sua segunda oportunidade na Seleção Brasileira. Em janeiro, Rodriguinho foi convocado por Tite para o amistoso beneficente contra a Colômbia, batizado de Jogo da Amizade em homenagem às vítimas do acidente aéreo da Chapecoense, em grupo formado apenas por jogadores que atuavam no futebol brasileiro.

Já Fagner, chamado pela primeira vez em agosto de 2016, tem sido sempre lembrado por Tite. Em nova oportunidade, o lateral-direito divide o mérito com os companheiros do Corinthians. “Tem a ansiedade e o frio na barriga por estar sendo avaliado pelo período que fez no seu clube, mas fico feliz de mais uma vez poder estar retornando à Seleção. Devo agradecer meus companheiros também, se não fossem eles, não seria possível retornar, fico muito feliz por tudo o que está acontecendo”.

Para jogar os amistosos contra Argentina e Austrália nos dias 9 e 13 de junho, respectivamente, em Melbourne, Fagner e Rodriguinho desfalcarão o Corinthians em três rodadas do Campeonato Brasileiro – diante do Vasco (7 de junho), no clássico contra o São Paulo (11 de junho) e no jogo contra o Cruzeiro (14 de junho). A apresentação do grupo está marcada para 5 de junho.

“Que pena que temos os jogos do Brasileiro, mas ninguém abriria mão de jogar por sua Seleção, de representar seu país. A gente não pode estar em dois lugares ao mesmo tempo, então, não tem o que fazer”, lamentou Rodriguinho.

Neste domingo, Rodriguinho e Fagner serão titulares na partida do Corinthians contra o Vitória, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.