0:00
0:00

Eduardo Baptista não resiste à pressão e é demitido no Palmeiras

  • Por Jovem Pan
  • 04/05/2017 22h59
Cesar Greco / PalmeirasCesar Greco / PalmeirasEduardo Baptista prepara o time do Palmeiras para enfrentar a Ponte Preta

Depois de cinco meses e 23 jogos, Eduardo Baptista está fora do comando técnico do Palmeiras. A diretoria do clube alviverde se reunião na noite desta quinta-feira, um dia após a derrota por 3 a 2 para o Jorge Wilstermann na Libertadores da América, e decidiu demitir o treinador.

Apesar dos números favoráveis (14 vitórias, quatro empates e cinco derrotas), Eduardo Baptista vinha sofrendo uma forte pressão por causa do baixo desempenho da equipe, em especial nos jogos da competição sul-americana.

Em nota divulgada em seu site oficial, o Palmeiras confirmou a demissão e agradeceu o treinador: “A Sociedade Esportiva Palmeiras agradece os serviços prestados pelo treinador, sempre com muita dedicação e comprometimento, e deseja sucesso na sequência de sua carreira”.

O elenco do Verdão se reapresentará nesta sexta-feira, às 9h30min, na Academia de Futebol, com acesso liberado para a imprensa. Durante a atividade, o presidente Maurício Galiotte concederá entrevista coletiva.

O substituto do treinador alviverde ainda não está definido. No entanto, segundo informações do repórter da Jovem Pan, Freddy Júnior, o favorito para assumir o comando do Palmeiras é Cuca, que em 2016 levou a equipe ao título brasileiro.