0:00
0:00

Em alta no Corinthians, Rodriguinho espera “ser lembrado” por Tite na Seleção

  • Por Estadão Conteúdo
  • 17/05/2017 19h25
Reprodução-Twitter CorinthiansReprodução-Twitter CorinthiansRodriguinho é um dos artilheiros do Corinthians com oito gols marcados

Em boa fase no Corinthians, o meia Rodriguinho vive a expectativa de ser convocado pelo técnico Tite para defender a Seleção Brasileira na lista de jogadores que será anunciada na próxima sexta-feira para os amistosos com Austrália e Argentina, nos dias 9 e 13 de junho, respectivamente, em Melbourne.

“Esperança sempre existe. A gente tem de estar buscando no dia a dia e pensando que, no futuro, pode ser convocado. A minha fase é muito boa, estou conseguindo fazer gols e assistências, fomos campeões. Espero ser lembrado, mas não pode ficar frustrado nem se deixar abater se não acontecer. Precisa ter sempre a cabeça erguida para que as coisas boas venham naturalmente”, afirmou.

Em janeiro, Rodriguinho foi convocado por Tite para o amistoso beneficente com a Colômbia, batizado de Jogo da Amizade em homenagem às vítimas do acidente aéreo da Chapecoense, em grupo formado apenas por jogadores que atuavam no futebol brasileiro. Com a Seleção Brasileira já classificada para a Copa do Mundo, o treinador pode aproveitar a oportunidade para fazer testes na equipe nacional.

No Corinthians, Rodriguinho vive um momento bastante distinto daquele encontrado no início de 2017. Em poucos meses, o meia superou o incômodo pela decisão da diretoria alvinegra de recusar a proposta do Fenerbahçe, da Turquia, e liderou a equipe na conquista do título paulista. Além disso, divide a artilharia da equipe na temporada com Jô, com oito gols cada. Em março, teve o contrato renovado até o fim de 2019.

“Futebol é muito dinâmico. Naquele momento, achava que seria interessante sair, a diretoria fez um esforço para que eu ficasse. Agora, analisando friamente, estou achando muito bom. As coisas mudaram, estou vivendo um momento muito bom no clube, conquistamos um título, era um sonho ter um diferencial na minha carreira, ajudando bastante e fazendo gol em final. Foi realmente muito bom ter continuado aqui”, analisou.