0:00
0:00

Carille vê apenas quatro times na briga pelo título: “até o Palmeiras”

  • Por Jovem Pan
  • 29/08/2017 16h00
Johnny Drum/Jovem PanO técnico Fábio Carille, do Corinthians, participou do Esporte em Discussão desta terça-feira, na Radio Jovem Pan

Em participação exclusiva no Esporte em Discussão desta terça-feira, na Rádio Jovem Pan, o técnico do Corinthians, Fábio Carille, revelou que só vê quatro equipes na briga pelo título brasileiro. Para ele, além do Corinthians, apenas Grêmio, Santos e Palmeiras têm condições de faturar a taça.

“Tivemos uma arrancada no primeiro turno que ninguém esperava, e isso pode acontecer com outras equipes no segundo turno. É muito complicado, mas pode acontecer. Acho que até o Palmeiras ainda há briga. É muito difícil, mas não impossível. Daí para baixo, eu já acho bem mais difícil”.

Passadas 22 rodadas, o Corinthians é o líder isolado do Campeonato Brasileiro com dez pontos de frente sobre o segundo colocado, Grêmio, que tem um jogo a menos. O Santos é o terceiro com 12 pontos de déficit, enquanto o Palmeiras é o quarto e está 14 pontos atrás.

Carille admite que se trata de uma boa vantagem, mas prefere ainda não falar em um possível título. “Nos últimos anos, faltando três ou quatro rodadas é que se definiu o título. Ainda não dá para fazer essas contas. Tem muita coisa para acontecer. Faltando oito ou dez rodadas é que vamos saber realmente o que vai acontecer”.

Início ruim de returno

O Corinthians fez, em 2017, o melhor primeiro turno da história do Campeonato Brasileiro. Foram 14 vitórias e cinco empates em 19 jogos – totalizando um incrível aproveitamento de 82,4%. O início de returno, no entanto, não foi bom. Em três jogos, o Corinthians perdeu dois e ganhou um. O aproveitamento despencou para 33,3%. Mas Carille encara essa queda com naturalidade.

“O primeiro turno foi muito fora da curva. Sou muito ciente disso. Eu queria chegar ao segundo turno com 33, 35 pontos. Viramos com 47. Sei que não vamos repetir isso. Passamos a ser o time a ser estudado, o time a ser batido. Mas o nosso grupo é muito consciente. Ele sabe que o primeiro turno foi fora da curva, que foi fora do normal. Virar o turno invicto é algo anormal”, argumentou.

Ainda confortável na liderança do Campeonato Brasileiro, o Corinthians de Fábio Carille volta a campo apenas no dia 10 de setembro, contra o Santos, na Vila Belmiro. Até lá, serão pelo menos mais dez dias de treinamentos no CT Joaquim Grava.