0:00
0:00

Assista ao vivo

CRB vence o Inter em Maceió e entra no G4 da Série B

  • Por Estadão Conteúdo
  • 15/07/2017 18h58
Itawi Albuquerque / Futura Press / Estadão ConteúdoDiego abriu o placar para o CRB em cima do Internacional

O CRB venceu o duelo direto contra o Internacional para entrar no G4, a zona de acesso, ao derrotá-lo por 2 a 0, neste sábado à tarde, com o estádio Rei Pelé lotado, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O time alagoano completou seu sexto jogo invicto, com cinco vitórias e um empate, somando 23 pontos em quarto lugar. Assim, deixou para trás o Vila Nova-GO, que perdeu em casa, por 2 a 1, para o Paysandu, além do próprio time gaúcho, com 21 pontos.

O Internacional continua fora do bloco dos melhores times da competição. Vinha de vitória fora sobre o Ceará, por 2 a 0, mas fracassou na tentativa de atingir o G4 neste sábado ao perder para o CRB.

O primeiro tempo foi de muita marcação e poucas finalizações, a maior parte delas erradas. Quem apresentou o cartão de visitas foi Felipe Gutiérrez, que na pequena área isolou a bola por cima após rebote errado da defesa do CRB, aos 11 minutos.

O time da casa respondeu em um cabeceio de Danilo Pires nas costas de Víctor Custa, mas para fora, aos 18 minutos. O único lance em que a bola foi ao gol ocorreu aos 26 minutos, quando Nico López levantou na cabeça de Charles, mas Edson Kolln voou para agarrar e evitar o pior.

Quando tudo parecia caminhar para os times irem ao intervalo empatados em 0 a 0, mas o CRB abriu o placar. O lateral-esquerdo Diego tabelou com Zé Carlos, entrou na área pelo lado esquerdo e bateu cruzado na saída de Danilo Fernandes aos 44 minutos. Ficou para o Inter a obrigação de voltar na etapa final no ataque.

O time gaúcho, realmente, retornou mais adiantado. Até pressionou, mas não conseguiu superar o bloqueio defensivo do CRB que, aos poucos, foi saindo do setor defensivo, onde estava acuado. O técnico Guto Ferreira ainda tentou dar força ao seu ataque, tirando o lateral Cláudio Winck para a entrada do atacante Carlos. Em seguida pôs Marcelo Cirino no lugar do apático Nico López.

Mas quem levou perigo foi o CRB. Duas vezes com Edson Ratinho, a primeira em uma finalização no pé da trave e a outra em um chute cruzado e que passou perto do gol. Além de um disparo forte e de longe de Neto Baiano, que tinha substituído o agitado Zé Carlos. Aos 44 minutos saiu o segundo gol. Após cobrança de escanteio, Neto Baiano subiu entre os zagueiros e desviou de cabeça. Tudo liquidado. Festa vermelha e branca nas arquibancadas, mas do lado do CRB.

Na próxima terça-feira (18), o CRB vai enfrentar o Juventude, em Caixas do Sul, às 19h15. Enquanto isso, o Inter volta a atuar no Beira-Rio após dois jogos fora. Desta vez recebe o ameaçado Luverdense, a partir das 21h30.

FICHA TÉCNICA:

CRB 2 X 0 INTERNACIONAL
CRB – Edson Kölln; Adriano, Flávio Boaventura, Adalberto e Diego; Yuri, Edson Ratinho, Danilo Pires (Tony) e Chico; Erick Salles (Rodrigo Souza) e Zé Carlos (Neto Baiano). Técnico: Dado Cavalcanti.
INTERNACIONAL – Danilo Fernandes; Cláudio Winck (Carlos), Klaus, Víctor Cuesta e Uendel; Charles, Edenílson, Felipe Gutiérrez e D’Alessandro (Juan); Nico López (Marcelo Cirino) e William Pottker. Técnico: Guto Ferreira.
GOLS – Diego, aos 44 minutos do primeiro tempo, e Neto Baiano, aos 44 minutos do segundo tempo.
ÁRBITRO – Héber Roberto Lopes (SC)
CARTÕES AMARELOS – Zé Carlos (CRB). Klaus, William Pottker e Victor Cuesta (Internacional)
RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.
LOCAL – Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL).