0:00
0:00

Assista ao vivo

Dorival aposta em “novo” São Paulo e quer vitória simples para retomar confiança

  • Por Estadão Conteúdo
  • 11/08/2017 17h45
Reprodução Twitter SPFCDorival Júnior comanda treino do São Paulo no CT da Barra Funda

Dorival Junior prometeu mudanças e elas parecem estar chegando ao São Paulo. Nesta sexta-feira (11), no último treino aberto à imprensa antes do jogo contra o Cruzeiro, marcado para o próximo domingo (13), às 11 horas, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, o treinador repetiu as escolhas que haviam sido testadas na atividade anterior, depois de uma semana de treinos com muitos testes, e prometeu uma “dinâmica diferente” nos próximos jogos do São Paulo.

Nesta sexta, o time titular treinou com Renan Ribeiro; Buffarini, Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Militão, Petros e Hernanes; Marcinho, Pratto e Marcos Guilherme. Durante as atividades no CT da Barra Funda, Dorival cobrou mais passes curtos, maior aproximação entre as linhas e mais agilidade. O treinamento era interrompido com frequência para instruções. O time deu atenção especial às finalizações, com simulações de jogadas ofensivas e chutes de fora da área.

De acordo com Dorival, as novas escolhas para o time titular do São Paulo buscam uma “dinâmica diferente”. “É uma tentativa em razão do que tenho observado, de fazer um time com dinâmica diferente. Quero adiantar alguns jogadores e mudar o papel de outros em relação ao que vinha sendo feito. O time vinha jogando bem, mas não estava conseguindo os resultados”, avaliou Dorival, depois do treino.

Ele explicou que a ausência de Jucilei entre os titulares, como foi nos treinos de quarta a sexta, é uma questão temporária. “A saída é uma opção. Conversei muito com o Jucilei. Ele é um jogador titular, qualificado e eu tenho muita confiança nele. É só um momento, uma situação que estamos tentando melhorar a equipe e buscando soluções a curto prazo”, explicou o treinador.

Para o técnico, o time precisa de uma vitória, ainda que simples, sobre o Cruzeiro, para recuperar a confiança do elenco. “O time vinha muito bem até o confronto contra o Coritiba. Agora, os resultados não estão mostrando o que têm sido as partidas. Um detalhe ou outro tem desequilibrado os resultados. Queremos uma vitória simples, mas que passe confiança aos jogadores”.