0:00
0:00

Grêmio vira sobre a Ponte Preta e diminui a vantagem para o líder Corinthians

  • Por Estadão Conteúd
  • 16/07/2017 18h58
ROBERTO VINÍCIUS / ESTADÃO CONTEÚDOLucas Barrios fez dois gols na vitória Grêmio 3 a 1 Ponte Preta, na Arena em Porto Alegre

Após ir em desvantagem no placar para o intervalo, o Grêmio acordou no segundo tempo e venceu a Ponte Preta, por 3 a 1, de virada, na Arena Grêmio, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com dois gols, o paraguaio Lucas Barrios foi o grande destaque do jogo realizado na tarde deste domingo.

Com a segunda vitória seguida, o Grêmio se manteve na vice-liderança e diminuiu a vantagem do líder Corinthians para oito pontos (36 contra 28). Por outro lado, a Ponte Preta chegou ao quinto jogo seguido sem vitória e estacionou nos 15 pontos, na beira da zona de rebaixamento, em 16º lugar.

Empurrado pela torcida, o Grêmio começou a partida com mais posse de bola, mas encontrava muitas dificuldades para escapar da forte marcação imposta pela Ponte Preta, que procurava explorar os contra-ataques. Em um destes lances, Lucca arriscou o chute de fora da área e assustou Marcelo Grohe. Depois do susto, os donos da casa melhoraram.

Ramiro bateu forte e exigiu boa defesa de Aranha, que voltaria a trabalhar em finalização de Michel. No rebote, Edilson acertou a rede pelo lado de fora. O plano da Ponte deu certo e ela abriu o placar aos 34 minutos. Lucca recebeu passe nas costas de Pedro Geromel e cruzou rasteiro. Na tentativa de tirar, Rafael Thyere mandou contra o próprio gol. O Grêmio tentou o empate nos minutos finais, mas não levou muito perigo ao goleiro Aranha.

Atrás do placar, o Grêmio voltou do intervalo com Fernandinho no lugar do Arthur e o empate saiu logo aos dez minutos. Lucas Barrios tabelou com Pedro Rocha e finalizou cruzado. A bola desviou em Naldo e saiu do alcance de Aranha. O gol inflamou os donos da casa, que continuaram pressionando. Edilson assustou em cobrança de falta.

A virada era apenas questão de tempo e ela aconteceu aos 25 minutos. Fernando Bob puxou Fernandinho pela camisa dentro da área e o árbitro assinalou pênalti, convertido por Lucas Barrios com muita categoria. Ele deslocou Aranha e bateu no ângulo. O Grêmio quase ampliou em finalização de Pedro Rocha, que passou raspando o travessão.

Aos 38 minutos, Lucca arriscou de fora da área e Marcelo Grohe espalmou para escanteio. No finalzinho, Everton recebeu de Ramiro e, livre de marcação, cabeceou para o gol, sacramentando a vitória aos 42 minutos.

Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira, pela 15ª rodada. O Grêmio enfrenta o Vitória às 19h30, no Barradão, em Salvador (BA), enquanto a Ponte Preta recebe o Coritiba às 21 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

FICHA TÉCNICA:
GRÊMIO 3 X 1 PONTE PRETA

GRÊMIO – Marcelo Grohe; Edilson, Pedro Geromel, Rafael Thyere e Bruno Cortez; Michel, Arthur (Fernandinho) e Ramiro; Luan, Lucas Barrios (Marcelo Oliveira) e Pedro Rocha (Everton). Técnico: Renato Gaúcho.
PONTE PRETA – Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Rodrigo e Jeferson; Fernando Bob (Jean Patrick), Naldo, Jadson (Felipe Saraiva) e Renato Cajá (Negueba); Emerson Sheik e Lucca. Técnico: Gilson Kleina.
GOLS – Rafael Thyere, contra, aos 34 minutos do primeiro tempo; Lucas Barrios aos dez e aos 25, pênalti, e Everton aos 42 minutos do segundo tempo.
ÁRBITRO – Claudio Francisco Lima e Silva (SE).
CARTÕES AMARELOS – Edilson (Grêmio); Emerson Sheik e Jeferson (Ponte Preta).
RENDA – R$ 677.199,00.
PÚBLICO – 19.292 pagantes.
LOCAL – Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS).