Higuaín perde pênalti, Buffon vacila, e Tottenham busca empate com a Juve

  • Por Jovem Pan
  • 13/02/2018 20h06
Alessandro Di Marco/EFETottenham, Juventus, EriksenGianluigi Buffon sofreu um gol defensável no segundo tempo da partida entre Juventus e Tottenham

Empate amargo para um, doce para outro. Como já era esperado, Juventus e Tottenham fizeram um grande jogo nesta terça-feira, em Turim, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. O 2 a 2, porém, tem muito mais a ser lamentado pelos italianos do que pelos ingleses – e não apenas porque o jogo foi disputado na casa da Velha Senhora.

Justifica-se: a Juventus teve um início de jogo arrasador e abriu 2 a 0 em menos de dez minutos – os dois gols foram marcados por Higuaín. O Tottenham diminuiu ainda no primeiro tempo com o artilheiro Harry Kane, mas o atacante argentino teve a chance de “matar o jogo” para os italianos pouco antes do intervalo.

Higuaín, que já havia convertido um pênalti aos 8 min, teve a chance de completar um hat-trick em 45 minutos, mas chutou no travessão a penalidade sofrida por Douglas Costa no último minuto do primeiro tempo.

O desperdício animou o Tottenham, que se lançou ao ataque no segundo tempo e buscou o empate graças a um fato um tanto quanto incomum: um vacilo de Gianluigi Buffon. O goleiro italiano de 40 anos não fechou o próprio canto e sofreu um gol de falta defensável de Christian Eriksen.

Aos 43 minutos da segunda etapa, o brasileiro Lucas Moura entrou no lugar de Lamela e estreou com a camisa do Tottenham – ele teve pouco tempo para mostrar serviço.

Com o empate, quem ganhar o jogo de volta, dia 7 de março, em Londres, garante vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões. O Tottenham pode empatar por 0 a 0 ou 1 a 1, enquanto igualdades por três gols ou mais favorecem à Juventus. Um novo 2 a 2 leva a disputa para a prorrogação.

Juventus, Tottenham, liga dos campeões