0:00
0:00

Hope Solo acusa Blatter de assédio sexual: “Ele apalpou a minha bunda”

  • Por Estadão Conteúdo
  • 10/11/2017 20h15

EFE

Em 2013, na Bola de Ouro, Joseph Blatter teria apalpado Hope Solo

Hope Solo, ex-goleira da seleção norte-americana de futebol, denunciou ter sido vítima de abuso sexual por parte de Joseph Blatter, ex-presidente da Fifa, durante a cerimônia de entrega do prêmio Bola de Ouro de 2013, então na festa de gala na qual o português Cristiano Ronaldo foi eleito o melhor jogador do mundo daquele ano.

Em entrevista publicada nesta sexta-feira (10) pelo diário português Expresso, Solo afirmou que Blatter apalpou o seu traseiro pouco antes dos dois aparecerem juntos no palco da cerimônia realizada no início do ano de 2014.

“Ele (Blatter) apalpou a minha bunda. Posso falar sobre isto (em pergunta à assessora)? Foi na entrega da Bola de Ouro há uns anos, mesmo antes de subir ao palco. É algo que se tornou banal”, relatou Hope Solo, quando respondia perguntas sobre igualdade de gênero e assédio sexual no esporte.

Procurada pela agência de notícias The Associated Press, uma representante de Solo confirmou que as informações publicadas pelo jornal português estão corretas e que a ex-goleira da seleção dos Estados Unidos não dará mais declarações a respeito do assunto.

De acordo com o relato de Solo, o incidente de abuso sexual aconteceu justamente antes de ela entregar a Abby Wambach, então sua companheira de seleção, o troféu de melhor jogadora do ano de 2013.

Blatter não foi encontrado pela reportagem da The Associated Press para comentar o suposto episódio, mas o polêmico dirigente afirmou ao jornal britânico The Guardian que a denúncia de Solo é uma “acusação ridícula”.

Em sua carreira com a seleção dos EUA, Solo disputou 202 jogos, conquistou o Mundial de 2015 e duas medalhas de ouro olímpicas no futebol feminino. Ela se aposentou do time nacional após a Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro, onde as norte-americanas foram eliminadas pela Suécia nas quartas de final.