A goleada que o PSG aplicou no Barcelona, por 4 a 0,  na última terça-feira pelas oitavas de final da Liga dos Campeões ganhou a capa de jornais espanhóis e franceses nesta quarta. O L'Equipe chamou a equipe parisiense de "prodigiosos", enquanto que o Mundo Deportivo tratou a partida como um "desastre".

O catalão Sport afirmou que "este não é o Barça" e comentou que somente Neymar e o goleiro Ter Stegen se salvaram em "um time sem alma e irreconhecível".

Os jornais de Madri, que não costumam dedicar suas capas ao Barcelona, destacaram o massacre. O As chamou a partida de "sinistro total" e comentou que Messi perdeu 18 chutes ao gol. O Marca estampou a manchete "Emery destroça o Barça".

Benfica x Borussia Dortmund

A outra partida que abriu a rodada de ida das Oitavas foi a vitória do Benfica em cima do Borussia Dortmund, por 1 a 0. A Bola tratou Ederson como "super-homem" em sua capa. O goleiro brasileiro impediu o empate ao pegar o pênalti batido por Aubameyang.

Já o jornal Record destacou o grego Mitroglou, autor do gol dos encarnados. A publicação também cita uma frase do técnico do Dortmund, Thomas Tuchel: "o resultado? rídiculo", afirmou o treinador.

Jogos desta quarta-feira

As duas partidas que fecham esta semana de Liga dos Campeões também foram assuntos nas capas desta quarta. O Gazzetta dello Sport trata o jogo entre Real Madrid e Napoli como um "encontro de classe", enquanto que o Corriere compara a partida com a "noite do Oscar".

O outro confronto desta quarta é o já tradicional Bayern e Arsenal. Desde 2014, os times já se enfrentaram seis vezes, sendo quatro em partidas de oitavas de final, todas com classificação da equipe bávara. O Sun afirmou que a meta do Arsenal é "reescrever a história", enquanto que o Mirror traz uma declaração do técnico Wenger: "nós vamos por fim à maldição do Bayern".

Gabriel Jesus

Os demais jornais ingleses dedicaram suas capas à lesão de Gabriel Jesus, que deve deixar o atacante fora dos gramados por até 90 dias. O Daily Express destaca que "Jesus foi trazido de volta à Terra" depois de uma sequência de jogos sendo a principal estrela do City.