0:00
0:00

Itália perde da Suécia fora de casa e se complica na luta por uma vaga na Copa

  • Por Estadão Conteúdo
  • 10/11/2017 20h30

Divulgação FIFA

Johansson comemora o gol da vitória da Suécia sobre a Itália

A Itália decepcionou, perdeu para a Suécia nesta sexta-feira (10) e se complicou na luta por uma vaga na Copa do Mundo do ano que vem. Em Solna, a seleção apresentou algumas de suas antigas falhas, foi derrotada por 1 a 0 no jogo de ida da repescagem europeia e agora corre o risco de ficar fora da competição na Rússia.

Johansson marcou o único gol da partida, que aproximou os suecos de uma vaga no Mundial. Agora, a Itália precisará vencer por dois gols de diferença no duelo de volta, segunda, em Milão, se quiser evitar o vexame de ficar de fora da Copa apenas pela terceira vez em sua história. Por outro lado, a Suécia tenta se garantir em sua 12ª edição do torneio, a primeira desde 2006.

O começo da partida desta sexta foi bastante animado e antes dos dez minutos, cada seleção já havia levado perigo uma vez. Aos cinco, Belotti recebeu cruzamento da esquerda e subiu sozinho na risca da pequena área, mas cabeceou rente à trave. Dois minutos depois, Toivonen arriscou de fora da área e assustou.

O atacante despontava como principal arma da Suécia e criou boa chance aos 24 para Forsberg, que bateu por cima. Mas rapidamente, o duelo perdeu em emoção, limitou-se a disputas no meio de campo, e as chances ficaram escassas.

Na etapa final, a história se repetiu e os primeiros minutos foram emocionantes. Com um, a Itália assustou em cruzamento de Candreva, que passou por toda a pequena área. Aos dois, o mesmo jogador recebeu pela esquerda, cortou para o meio e encheu o pé, exigindo boa defesa de Olsen.

Só que a sequência também seria igual à da etapa inicial e as emoções pararam por aí. Desta vez, porém, o confronto ficou mais violento e ambos os lados cometeram faltas duras, o que só colaborou para que o futebol apresentado decepcionasse.

Em um lance isolado, porém, a Suécia chegou ao gol da vitória. Aos 15 minutos, após cobrança de lateral para a área, Toivonen tentou o desvio e a sobra ficou com Johansson, que havia acabado de entrar. Ele emendou um chute despretensioso, mas um desvio no meio do caminho matou Buffon.

Imediatamente a Itália se lançou ao ataque e quase empatou aos 24 minutos, quando Darmian aproveitou sobra próxima à meia-lua e acertou a trave. Mas, desorganizada, a seleção visitante viu os suecos serem mais perigosos nos contra-ataques e precisou se contentar com a derrota mínima.