0:00
0:00

MCN melhor que o MSN? O que o trio do PSG precisa para superar o histórico ataque do Barça

  • Por Jovem Pan
  • 13/09/2017 14h27
Divulgação / PSGTrio do PSG já tem oito gols marcados

Além dos trios de ataque do Real Madrid, formado por Bale, Benzema e Cristiano Ronaldo, e do Barcelona, com Messi, Suárez e o novato Dembélé, as atenções do futebol mundial se voltam também para o milionário trio do Paris Saint-Germain, formado por Mbappé, Cavani e Neymar, que já ganhou a sigla MCN.

O novo ataque do PSG já mostrou que o entrosamento entre eles é rápido e a mira está bem afiada. Mbappé, o último contratado pela equipe parisiense, fez seu primeiro jogo na última sexta-feira (8) contra o Metz e os três atacantes comandaram a goleada por 5 a 1 em cima do lanterna do Campeonato Francês. Na estreia pela Liga dos Campeões, foram outros cinco gols contra o Celtic.

Ao todo, dos dez gols marcados pelo PSG nestes dois jogos, oito saíram dos pés do trio. As exceções foram marcadas por Lucas Moura na sexta passada e Lustig, que fez contra o próprio time do Celtic.

Reprodução / Twitter / PSG English

Traçando um perfil de cada jogador, sem levar em conta suas funções em campo, os trios MSN e MCN até possuem algumas semelhanças. Cavani e Suárez são os finalizadores e têm potencial para rivalizar gol a gol pela artilharia do futebol europeu. Neymar tentará ser o que Messi é no Barcelona: quem desequilibra e faz o espetáculo acontecer. Já Mbappé cumpre o papel que era de Neymar na Espanha – a jovem promessa que poderá herdar o trono de rei do time num futuro próximo.

Não é segredo para ninguém que os planos de PSG e Neymar são ambiciosos. Enquanto o time quer conquistar a taça da Liga dos Campeões pela primeira vez, o brasileiro quer ser protagonista e conseguir tirar o título de Melhor de Mundo das mãos de Messi ou Cristiano Ronaldo.

Porém, se o trio do PSG também tem como meta superar os feitos do ataque que o Barcelona tinha até a temporada passada, o trabalho será árduo. Além de apresentar um futebol que encante o mundo, Neymar, Mbappé e Cavani também devem alcançar algumas marcas que fizeram do MSN um dos maiores trios da história do futebol.

Reprodução/Instagram

Gols: Neymar, Messi e Suárez marcaram 364 gols nas três temporadas em que atuaram juntos. Isso dá uma média de 121 gols por temporada. Não é nada absurdo para um trio que já marcou oito vezes em apenas dois jogos.

Se mantiver esse ritmo de quatro gols por partida, algo pouco provável, já que terá adversários como o Bayern e Monaco, a marca de 121 gols em um ano seria alcançada em pouco mais de 30 partidas, ou seja, até o fim de fevereiro, no meio da temporada.

Títulos: Nos três anos de trio MSN, o Barcelona conquistou dois Campeonatos Espanhóis, três Copas do Rei, uma Liga dos Campeões, uma Supercopa da Espanha, uma Supercopa da UEFA e um Mundial de Clubes.

Os títulos nacionais são missões relativamente tranquilas para o PSG, já que o time já domina o fraco futebol francês. A dificuldade, porém, está nos títulos continentais, que viraram a obsessão da equipe. Elenco para brigar pela Champions eles têm, falta ver como se sairão diante dos grandes adversários. O confronto contra o Bayern nesta fase de grupos será um ótimo teste.

EFE

Prêmios individuais: Messi conquistou uma Bola de Ouro durante o período em que atuou ao lado de Neymar e Suárez. O uruguaio, por sua vez, conquistou uma Chuteira de Ouro, prêmio dado ao artilheiro da temporada. Neymar já ficou com o terceiro lugar no prêmio da Fifa, posição que todos sabem que pertence a ele até hoje.

Não é segredo para ninguém que Neymar será o melhor do mundo um dia, porém ele teria que fazer uma Liga dos Campeões (ou uma Copa do Mundo) impecável e ainda torcer pela queda de rendimento dos seus dois concorrentes. E o começo de temporada de Messi e CR7 já provou que isto não deve acontecer.

EFE