O técnico Dorival Júnior pediu empenho ao elenco do Santos para não abrir mão de nenhuma competição neste ano. Nesta quarta-feira, o time enfrenta o Paysandu, às 19h30min, na Vila Belmiro, pelo duelo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O treinador garante que não vai deixar a competição nacional em um segundo plano devido ao fato de que nesta temporada irá disputar ao mesmo tempo o Campeonato Brasileiro e a Copa Libertadores.

"É hora do sacrifício. Todas as competições são interessantes e não queremos deixar nenhuma de lado", garantiu o treinador em entrevista coletiva no CT Rei Pelé, nesta terça-feira, pouco antes de comandar o treino da equipe.

E, ao abordar a estreia santista nesta Copa do Brasil, Dorival procurou ressaltar as qualidades do time paraense, adversário desta terça. O comandante fez elogios ao adversário até para alertar que o Santos não pode se iludir com o seu favoritismo e precisa tomar cuidado para não ser surpreendido dentro de casa.

"O Paysandu vem de 15 partidas invictas, disputando duas semifinais de competições, e jogando as finais do campeonato regional. É uma equipe interessante de se ver jogar, muito bem treinada. Tem velocidade na transição, jogadores que trabalham por dentro, abrindo espaços, e uma saída rápida dos dois laterais. Tem qualidades para nos surpreender", pontuou o técnico.

Time

O treinador santista também confirmou, na entrevista coletiva, Matheus Ribeiro como titular na lateral esquerda neste confronto diante do Paysandu. A ideia, segundo ele, é dar ritmo para o atleta, que é lateral-direito de origem, com vistas ao duelo contra o Santa Fe, na Vila Belmiro, no dia 4 de maio, pela Libertadores.

"É Matheus Ribeiro quem joga. Ele assume a posição e espero que seja muito feliz. Ele vem sendo trabalhado há dez dias para jogar no lado oposto (esquerda). Já jogou assim em outras equipes, mas não com sequência. Espero que se sinta confortável e se dê bem. É um jogador interessante, que vem numa crescente, melhorando em treinamentos e com real possibilidade de ganhar a vaga", explicou Dorival.

Matheus Ribeiro terá uma rara chance como titular nesta temporada depois de ter chegado ao clube em janeiro. Contratado após ser campeão da Série B do Campeonato Brasileiro pelo Atlético Goianiense, ele é considerado polivalente por atuar nas duas laterais, mas só entrou jogando desde o início em duas partidas no ano, contra São Bernardo e Novorizontino, pelo Paulistão.

E Matheus Ribeiro também não foi escolhido em um primeiro momento como substituto de Zeca, que se lesionou e precisou operar o joelho. Após a saída do titular da equipe, Dorival passou a optar pela entrada do meio-campista Jean Mota como opção imediata para a posição. Entretanto, o jogador foi expulso em sua primeira oportunidade como lateral no último jogo do Santos contra o Independiente Santa Fe e abriu nova lacuna na lateral esquerda santista para o duelo diante dos colombianos.

Desta forma, o Santos deverá entrar em campo contra o Paysandu com a seguinte formação: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Lucas Veríssimo e Matheus Ribeiro; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Vitor Bueno, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.