Uma situação inusitada aconteceu antes de a bola rolar pela partida entre Santa Fé e Santos, pela Libertadores. O locutor do estádio El Campín, em Bogotá, na Colômbia, confundiu os nomes e pediu um minuto de silêncio pela "morte" de Ricardo Oliveira, que estava em campo vivo e pronto para jogar.

"Senhoras e senhores, por favor, pedimos atenção para que seja respeitado um minuto de silêncio em homenagem a Ricardo Oliveira, jogador do Santos", anunciou o locutor.

A homenagem, na verdade, era para ser a Kaneco, ex-jogador santista na década de 1960, que faleceu na última terça aos 70 anos, vítima de câncer. Como se não bastasse a confusão, o anúncio foi seguido de uma marcha fúnebre. Veja o vídeo:

A cena constrangedora gerou alguns comentários irônicos quanto ao rendimento do atacante na partida, que terminou empatada em 0 a 0.