O presidente do Santos, Modesto Roma Junior, garantiu nesta quarta-feira a permanência do meia Lucas Lima para a próxima temporada, apesar do assédio do rico futebol chinês. "Ele vai disputar a Libertadores pelo Santos. Só sai no final do contrato", disse o dirigente. O contrato entre o clube e o jogador vai até o fim do ano que vem.

Modesto está se antecipando a uma proposta do chinês Hebei Fortune que chegará nos próximos dias. Lucas Lima prefere a Europa e, para isso, traçou uma estratégia. Quer ir bem na Libertadores, recuperar espaço na seleção brasileira, perdido com Tite, e atrair a atenção de um clube europeu.

Ao mesmo tempo em que tenta não perder seus destaques, o Santos também busca reforços. Nesta semana, o clube já acertou a contratação do volante Leandro Donizete, do Atlético-MG, que assinará por três nãos.

Antes, o clube já havia contratado o zagueiro Cleber (do Hamburgo), o meia Vladimir Hernández (do Junior Barranquilla, da Colômbia) e o lateral-direito Matheus Ribeiro (do Atlético-GO).