Vampeta voltou a polemizar... Em participação exclusiva no Esporte em Discussão desta segunda-feira, na Rádio Jovem Pan, o ex-jogador defendeu a realização de mais jogos do Santos na capital paulista. 

De acordo com o ex-corintiano, o Santos sabe que jogar em São Paulo é melhor do que na Baixada, mas só não se muda definitivamente para a capital por causa do seu nome – que é idêntico ao da principal cidade do litoral paulista. 

"Jogar no Pacaembu... É notório que o público é sempre melhor do que na Vila Belmiro. Acho que se o Santos não tivesse o nome de Santos, já estaria aqui em São Paulo", polemizou Vampeta 

"Deixa para a Portuguesa Santista lá... Portuguesa San-tis-ta!", acrescentou, dando destaque ao gentílico que, popularmente, marca o nome do clube rubro-verde.

 

No último sábado, o Santos mandou pela quinta vez no ano uma partida no Pacaembu. O time da Baixada não jogou mal, mas empatou por 0 a 0 com a Ponte Preta. 

O resultado foi ruim, é verdade, mas pode ser considerado atípico, vide a sequência de 20 vitórias que o Peixe ostentava no estádio municipal até o último sábado.

Outro fator importante foi o público: 19.984 pessoas, apesar do horário do jogo (21h de um sábado).

Na Vila Belmiro, o Peixe dificilmente supera as 10.000 pessoas. Além disto, tem tido um desempenho claudicante em 2017: em 11 jogos, somou sete vitórias e quatro derrotas  um aproveitamento razoável, de 63,6%.