Autor de seis gols em seis clássicos no ano, Jô será a principal arma do Corinthians no jogo deste domingo, contra o São Paulo, em Itaquera  o atacante já marcou três vezes sobre o rival tricolor em 2017. O que poucas pessoas sabem, no entanto, é que o centroavante poderia estar vestindo justamente a camisa do São Paulo na partida válida pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Em entrevista exclusiva a André Ranieri que vai ao ar no Plantão de Domingo, na Rádio Jovem Pan, o atacante de 30 anos abriu o jogo e contou que recebeu sondagens do São Paulo no segundo semestre do ano passado. Na época, ele ainda não havia assinado com o Corinthians, e o clube tricolor procurava um substituto para Jonathan Calleri  o qual acabou sendo Lucas Pratto.

"Do São Paulo teve algumas sondagens através do meu empresário Giuliano (Bertolucci)... Mas oficial, mesmo, foi só a proposta do Corinthians", revelou Jô, que fechou com o clube alvinegro em outubro de 2016. "Não tive nem como recusarPor ser a minha casa, onde eu fui criado... Nem pensei duas vezes".

Outro clube que tentou repatriar Jô no segundo semestre do ano passado foi o Atlético-MG – pelo qual ele foi campeão da Libertadores em 2013. Como estava treinando em Belo Horizonte depois de ser liberado pelo Jiangsu Suning, da China, o atacante chegou a ter conversas informais com dirigentes atleticanos, mas os contatos não evoluíram a ponto de virarem negociação.

"Eu tenho casa em Belo Horizonte e estava treinando lá no Atlético-MG antes de vir para o Corinthians. Houve sondagens. Aquelas conversas de 'pô, já fica por aqui para o ano que vem, vai ser bom, assina um contrato aí'. Mas não deu certo".

No fim, Jô se acertou, mesmo, com o Corinthians. O jogador já soma 11 gols em 29 partidas e é o artilheiro da equipe no ano. O próximo compromisso é contra o São Paulo, domingo, às 16h (de Brasília), em Itaquera – o rival tricolor já foi vazado três vezes pelo camisa 7 na temporada.