O atacante Lucas Pratto admitiu ter recebido proposta para deixar o São Paulo nesta janela de transferências, mas garantiu nesta sexta-feira que permanecerá no time brasileiro. O jogador argentino teve oferta recentemente do Veracruz, do México.

"Acho que chegou algo para meu empresário, mas não está nos planos sair. Cheguei agora ao São Paulo", avisou o atacante, antes de reforçar: "Assinei por quatro anos com o São Paulo e hoje minha cabeça é jogar os quatro anos aqui".

Pratto também comentou sobre o próximo jogo do São Paulo, contra o Atlético Mineiro, no Morumbi, no domingo. E o atacante afirmou que não pretende comemorar gol se marcar contra o seu ex-time. 

"Todo mundo sabe como o Atlético-MG é especial. É uma questão de respeito para o clube que me abriu as portas no futebol brasileiro. Obviamente quero fazer gol, mas se fizer, acho que não vou comemorar. Hoje estou do outro lado", declarou o argentino. 

Questionado sobre como joga o adversário, Pratto descartou a função de "espião". "O Rogério [Ceni] sabe das qualidades do Atlético. Não precisa que eu fale. Hoje ele sabe o que faz o Atlético. Tenho visto algumas partidas, não todas. Psicologicamente, eles não estão como gostariam de estar", afirmou. 

No entanto, o argentino pregou cautela ao São Paulo para evitar o que poderia ser o primeiro tropeço do time em casa neste Brasileirão. "Todos esperavam o Atlético nas primeiras posições após sete rodadas, mas eles podem se recuperar a qualquer momento porque tem muitos jogadores de qualidade", ponderou.