O São Paulo sofreu, mas conseguiu avançar na Copa do Brasil na noite desta quarta-feira. Jogando no estádio Frasqueirão, em Natal, o time comandado pelo treinador Rogério Ceni voltou a cometer erros em seu setor defensivo. No entanto, Cueva voltou a se destacar e ajudou o Tricolor a superar a vontade do ABC e garantir a classificação com o empate em 1 a 1. O próximo adversário será definido em sorteio.

Logo no primeiro minuto, o time da casa abriu o placar e colocou mais pressão no jogo, pois bastava mais um gol que ficaria com a classificação, já que na última semana o São Paulo havia vencido o duelo por 3 a 1. Na jogada, em cobrança de escanteio, Márcio Passos aproveitou bobeira da defesa e cabeceou sozinho, sem chance para o goleiro Denis.

O São Paulo sentiu o golpe e sabia que o rival viria para cima. Só que aos poucos o time paulista foi se encontrando na partida, evitando a pressão e passou a dominar a posse de bola. E para ter sucesso sabia que dependia de uma boa atuação do peruano Cueva, que não estava 100% e fez muita falta na derrota por 3 a 0 para o Palmeiras no sábado, pelo Paulistão.

E foi dos pés do peruano que o São Paulo passou a incomodar. O jogador era vigiado de perto pelos marcadores do ABC, muitas vezes era caçado em campo, mas tinha talento para se livrar dos pontapés rivais e levar perigo. Depois do gol do time potiguar, Cueva quase empatou em um chute de dentro da área, mas Levy salvou.

Criticado pela torcida, o goleiro Denis fez uma ótima defesa, aos 33 minutos, numa cabeçada do atacante Nando, salvando o tricolor de tomar o segundo gol. Pouco depois, Cueva lançou Gilberto, que limpou o marcador e tocou de volta para o peruano, que mandou de bico e empatou o duelo.

No segundo tempo, o São Paulo passou a se defender mais atrás, sem pressionar tanto na frente, e aproveitou os contra-ataques para tentar matar o jogo. Os dois técnicos mexeram no time, principalmente Geninho, que mandou sua equipe para o ataque a fim de evitar a eliminação na competição nacional.

A defesa do São Paulo, com Lugano e Lyanco (Rodrigo Caio saiu machucado ainda no primeiro tempo), dava conta do recado. Gilberto, de cavadinha, quase fez o segundo do time, mas o goleiro Edson defendeu. Em outro contra-ataque, Lucas Fernandes ficou na frente do goleiro. Poderia ter tocado para Gilberto, livre, mas arriscou duas vezes e Edson salvou.

Nos minutos finais, o ABC apertou e tentou ficar à frente do marcador novamente. O São Paulo se defendeu, tomou bola na trave, os zagueiros deram chutão e Denis evitou um novo gol do time potiguar. O resultado garantiu o time paulista na quarta fase da Copa do Brasil e deu tranquilidade para o próximo jogo, contra o Ituano, sábado, pelo Campeonato Paulista.

Opinião JP

Para os comentaristas da Jovem Pan, Beetto Saad e Bruno Prado, a classificação do Tricolor foi justa, já que soube controlar a pressão imposta pelo ABC, principalmente nos minutos iniciais. “Tirando a pressão inicial do ABC, foi um jogo absolutamente igual. O São Paulo conseguiu quebrar o ritmo do time da casa, o que não vinha acontecendo”, analisou Saad.

Segundo Bruno Prado, o São Paulo teve uma tranquilidade maior só após igualar o placar. “Susto apenas quando o jogo estava em 1 a 0 para o ABC. Depois do gol de empate, o time conseguiu fazer um bom jogo, até com uma grande atuação do goleiro Dênis. Placar e classificação justas”, concluiu.

Ouça os gols da partida entre ABC e São Paulo: