Palmeiras divulga imagens para comprovar interferência externa em pênalti

  • Por Jovem Pan
  • 10/04/2018 21h08
LUIS MOURA/WPP/ESTADÃO CONTEÚDOLance gerou muita discussão no duelo, que acabou com vitória do Corinthians por 1 a 0 e forçou a decisão por pênaltis

Quem imaginava que toda a polêmica envolvendo a final do Campeonato Paulista estava superada estava enganado. Na noite desta terça-feira (10), o Palmeiras divulgou, em seu site oficial, imagens das câmeras de segurança do Allianz Parque para comprovar que houve, sim, interferência externa na decisão do árbitro Marcelo Aparecido de Souza no lance do pênalti marcado, e depois anulado, em cima de Dudu.

As imagens divulgadas pelo clube cobrem cerca de três minutos de ação, desde o apito inicial, quando a penalidade foi apontada, até o momento em que Marcelo Aparecido resolve reverter a marcação. Duas câmeras, uma voltada para o túnel por onde os atletas entram em campo e uma para o lado em que o Palmeiras atacava no momento do lance polêmico, mostram a movimentação de um homem, apontado como Dionísio Roberto Domingos, diretor do Departamento de Árbitros da Federação Paulista de Futebol, que deixa a área do túnel e se dirige até um dos bandeiras, com quem troca algumas palavras.

Na sequência, os atletas atletas do Palmeiras que haviam deixado o banco de reservas se afastam e o quinto árbitro corre em direção ao quarto árbitro, que já se encontrava próximo ao lance. Nesse momento, há a troca de câmeras e é possível ver a comunicação entre os integrantes da arbitragem. Segundo a análise do Palmeiras, este é o exato instante em que a informação externa é transmitida para Marcelo Aparecido, que acaba optando por anular a marcação.

Na nota, a equipe alviverde afirma que buscará a anulação da partida, pois a interferência viola as normas da IFAB (International Football Association Board) e do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), e que aguardará o pronunciamento imediato das entidades administrativas do esporte a respeito de providências sobre o assunto.

Confira a nota na íntegra:

As imagens das câmeras de segurança do Allianz Parque, aliadas a outros videos de emissoras de televisão amplamente divulgados, comprovam mais uma vez e agora, de maneira inequívoca e irrefutável, que houve interferência externa para a alteração de uma marcação convicta da arbitragem em campo.

Considerando que trata-se de violação clara das normas da IFAB (International Football Association Board) e do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), que deve resultar invariavelmente na anulação da partida, o Palmeiras aguardará o pronunciamento imediato das entidades administrativas do esporte a respeito das providências sobre o assunto, sob pena de adotar todas as medidas cabíveis para garantir a lisura da competição e os seus direitos.