Palmeiras veta presença de jogadores e esvazia festa do Paulista

  • Por Jovem Pan
  • 09/04/2018 18h44
Jales Valquer/Estadão Conteúdomaurício galiotte, alexandre mattos, cícero souza, palmeirasDiretoria do Palmeiras se revoltou com a arbitragem após a derrota para o Corinthians na final do Campeonato Paulista

O Palmeiras cumpriu com o que havia prometido e vetou a presença de seus jogadores na festa do Campeonato Paulista. O evento acontece na noite desta segunda-feira, no Espaço das Américas.

O veto alviverde vai esvaziar a celebração. Isso porque, de acordo com informações extraoficiais, além do técnico Roger Machado, oito jogadores do Palmeiras foram escolhidos para a seleção do campeonato.

São eles: o goleiro Jailson, o lateral-direito Marcos Rocha, o zagueiro Antônio Carlos, o lateral-esquerdo Victor Luis, o volante Felipe Melo, o meia Lucas Lima e os atacantes Dudu e Miguel Borja.

Sem eles, apenas três atletas premiados marcarão presença no evento.

O protesto palmeirense tem relação direta com o clássico que decidiu o título estadual, no último domingo, no Allianz Parque. O time alviverde teve um pênalti anulado de maneira controversa, perdeu para o Corinthians nas penalidades e se revoltou com a arbitragem após amargar o vice tanto que nem permaneceu no gramado para receber as medalhas.

Em entrevista ainda no Allianz Parque, o presidente Maurício Galiotte desabafou, afirmou que houve interferência externa na decisão do juiz e chamou a competição de “Paulistinha”. Conselheiros, por sua vez, pedem que o clube mantenha a postura crítica com relação à Federação Paulista de Futebol e utilize reservas no Estadual do ano que vem.