Para Ronaldo, ida de Neymar ao PSG foi um “passo para trás”

  • Por Jovem Pan
  • 12/01/2018 10h58

EFE

Ronaldo vê com bons olhos o desempenho de Gabriel Jesus, "herdeiro" da camisa 9 na Seleção

Um dos maiores nomes do futebol brasileiro nas últimas décadas, Ronaldo não viu com bons olhos a saída de Neymar ao PSG. Em entrevista a Zico, disponível no canal do Galino no Youtube, o Fenômeno afirmou que, esportivamente, a milionária ida do atacante ao futebol francês representou um “passo para trás” em sua carreira.

“Ele está agora no PSG, mas eu acho que, esportivamente, a decisão que ele teve, logicamente, foi um passo para trás, você estar no Barcelona e ir para o PSG. Mas são os desafios que cada um faz, eu também, na minha época, eu jogava no Barcelona e fui para a Inter de Milão, mas quando o Campeonato Italiano era muito mais competitivo”, declarou Ronaldo.

O ex-atacante também comentou a respeito de Gabriel Jesus, “herdeiro” da sua camisa 9 na Seleção Brasileira. Ele vê o garoto do Manchester City pronto para jogar a Copa do Mundo e digno de vestir o número que ficou eternizado por ele nas décadas passadas.

“É muito peso (jogar uma Copa), mas eu acho que ele (Gabriel Jesus) já está preparado para suportar essa pressão. É um menino extremamente talentoso, com disciplina e dedicação. Eu me vejo muitas vezes nele, a vontade que ele tem de vencer, a disponibilidade dele no campo, movimentação. Fazia tempo que a gente estava precisando de um camisa 9 para a Seleção Brasileira. Eu acho até que o Adriano preencheu esse espaço por muito pouco tempo, ele tinha muito potencial para ficar mais tempo na Seleção, mas eu acho que o Gabriel está trabalhando muito bem. Vamos torcer muito para ele porque a Copa do Mundo está chegando e vamos precisar muito dos gols dele”, disse o Fenômeno.

Corinthians –  Ronaldo também conversou com Zico sobre sua passagem pelo Corinthians e declarou apoio à candidatura de Andrés Sánchez à presidência do clube alvinegro.

“Foi uma experiência incrível ter jogado no Corinthians, ter conhecido aquela torcida que é tão grande e barulhenta quanto a do Flamengo. Sou muito amigo do Andrés, parece que ele vai se candidatar e a gente vai apoiar. O legado que ele deixou para o Corinthians já é incrível, a gente fez uma história fantástica, mudamos a história do Corinthians. Era um clube grande, mas sem nenhuma estrutura para treinamento, de estádio. Hoje o Corinthians é o time que mais fatura no Brasil e isso tem que continuar”, afirmou Ronaldo, sem declarar se aceitará o cargo de diretor de futebol do clube caso Andrés seja eleito.