0:00
0:00

Paulista de 77: o título que pôs fim ao jejum de 23 anos e deu início a uma nova era no Corinthians

  • Por Jovem Pan
  • 13/10/2017 08h00

Arquivo Estadão Conteúdo

No dia 13 de outubro de 1977 o Corinthians conquistava o Paulista com gol de Basílio e colocava fim a um jejum de título que durava 23 anos

Quinta-feira, 13 de outubro de 1977. Mais de 86 mil torcedores lotaram o Morumbi para acompanharem o terceiro e último confronto da decisão do Campeonato Paulista daquele ano. De um lado o Corinthians, que não conquistava títulos há 23 anos. Do outro a Ponte Preta, time do interior que buscava o seu primeiro troféu.

A tensão e a pressão em torno do duelo eram enormes, mas aquele dia acabaria em festa e alívio para a maioria do público presente no estádio e para os milhares de corintianos espalhados pelo Brasil. O Timão colocava fim ao incomodo jejum de títulos diante da Macaca com o histórico gol do volante Basílio aos 36 minutos do segundo tempo.

Era um peso que aumentava ano após ano. E mesmo com aquele jejum, milhares de torcedores iam aos jogos. Quando o Basílio marcou o gol, foi uma loucura. O título veio, a comemoração desregrada, lágrimas por vários dias. Foi muito especial. Para milhões de corintianos tinha acabado a dor”, relembra Wanderley Nogueira, repórter que trabalhou no duelo histórico.

Para o jornalista da Jovem Pan, o desejo de conquistar um título era tão grande que quando foi alcançado deixou o clima no clube mais leve. Lembrado até hoje, o Paulista de 77 pôs fim ao jejum e deu início a uma nova era no Timão. A partir dele, vieram as conquistas nacionais e internacionais e o Corinthians passou a escrever capítulos ainda mais importantes de sua história.

Da soberania Estadual ao bi Mundial

O Estadual de 1977 foi o 16º da história alvinegra. Até então, o maior campeão Paulista era o Palmeiras, dono de 18 troféus. Mas, a partir daquela temporada, a história mudou e o Corinthians se consolidou como o maior campeão de São Paulo ao conquistar 12 títulos (1979, 1982, 1983, 1988, 1995, 1997, 1999, 2001, 2003, 2009, 2013 e 2017), contra apenas quatro do rival.

Além dos estaduais, o Timão passou a brigar pelos títulos nacionais. Não demorou muito e o primeiro Campeonato Brasileiro foi conquistado pelo clube: em 1990. Os anos de 1998 e 1999 reservaram mais dois títulos. O tetra veio em 2005, enquanto o penta e o hexa foram conquistados em 2011 e 2015. Em 1995, 2002 e 2009, o Corinthians foi campeão da Copa do Brasil.

Neste período, o clube alvinegro conseguiu também romper as fronteiras do País e marcou seu nome na história do futebol mundial. Em 2012, depois de muita luta, o Corinthians conquistou a tão sonhada Libertadores da América e acabou se tornando bicampeão Mundial no final daquele ano – o primeiro título foi conquistado em 2000.

Seca de títulos nunca mais

Se em 1977 o Corinthians colocava fim ao maior jejum de títulos de sua história, após a conquista do Paulistão daquele ano a torcida alvinegra conviveu com infinitamente menores sem gritar “é campeão”. As maiores secas pós-77 do Corinthians foram de “apenas” quatro anos, que se repetiram em três oportunidades.

Após o Paulistão de 1983, o Timão voltou a levantar troféu apenas em 1988, com um novo título Estadual. Na década de 90, o jejum veio após o primeiro título brasileiro. Ele foi quebrado apenas em 1995, com a conquista da Copa do Brasil. O último período sem troféu aconteceu entre 2006 e 2009, do tetra brasileiro ao tri da Copa do Brasil, já que muitos não consideram a Série B de 2008.