0:00
0:00

Assista ao vivo

Renato pede desculpas e diz que errou ao dizer que Corinthians iria “despencar”

  • Por Estadão Conteúdo
  • 17/07/2017 10h59
Vinicius Costa / Futura Press / Estadão ConteúdoRenato Gaúcho pediu desculpas por frase polêmica e afirmou que queria ter dito que o Corinthians "tropeçará"

Pouco antes de iniciar a entrevista coletiva que concedeu no último domingo (16) à noite após a vitória do Grêmio sobre a Ponte Preta, por 3 a 1, em Porto Alegre, o técnico Renato Gaúcho surpreendeu ao fazer questão de minimizar um princípio de polêmica que criou ao ter dito na última quinta-feira (13), depois do triunfo por 1 a 0 sobre o Flamengo, no Rio de Janeiro, pela rodada anterior do Campeonato Brasileiro, que o líder Corinthians vai “despencar” na tabela da competição.

“Peço desculpas porque me posicionei mal após o jogo do Flamengo. Disse que o Corinthians despencaria. Peço desculpas, pois usei a palavra errada. Quis dizer que ele (time corintiano) tropeçaria. Despencar fica muito mais difícil, mas tropeçar ele vai sim”, afirmou o comandante gremista, que com o triunfo sobre a Ponte Preta viu o seu time assumir a vice-liderança do torneio nacional e diminuir para oito pontos a desvantagem em relação aos corintianos, que no último sábado (15) empataram por 2 a 2 com o Atlético-PR, na Arena Corinthians, em São Paulo.

Na quinta-feira passada, Renato também chegou a dizer que o segundo turno do Brasileirão será “totalmente diferente” do primeiro, se referindo ao fato de que ele crê que o Corinthians perderá o fôlego após este espetacular início de campanha que realiza até aqui, na qual acumula 11 vitórias e três empates em 14 partidas.

Neste domingo, entretanto, o treinador mudou o tom de suas declarações ao ressaltar que o Grêmio também precisa manter a sua sequência recente de vitórias se quiser ter chances de alcançar os corintianos na liderança.

“Acima da tudo, em primeiro lugar, o Grêmio precisa fazer a parte dele. Não adianta daqui a pouco o Corinthians tropeçar e o Grêmio não fazer a parte dele. Não só o Grêmio, mas têm outras equipes que vão chegar, pode ter certeza disso. A qualidade destas equipes é muito grande”, alertou o treinador.

Para completar, Renato voltou a destacar que o Corinthians vem fazendo por merecer os 36 pontos que ostenta na tabela do Brasileirão, mas reforçou que a tendência é a de que a equipe paulista sofra novos tropeços como o ocorrido no último sábado, em São Paulo, diante do Atlético-PR.

“Ninguém está tirando os méritos do Corinthians. Pelo contrário, o Corinthians está na frente com todos os méritos, mas eu falei para vocês (jornalistas) isso e volto a repetir: não tem uma equipe no mundo que comece um campeonato tão longo e difícil como esse e vá acabar bem (da mesma forma como o time corintiano está hoje em termos de desempenho). O Corinthians vai tropeçar, é uma coisa normal no futebol”, disse.

Após passar pela Ponte Preta, o Grêmio voltará a campo pelo Brasileirão nesta quarta-feira, às 19h30, contra o Vitória, em Salvador, pela 15ª rodada. No mesmo dia, o Corinthians atuará em Florianópolis diante do Avaí, na Ressacada, às 21 horas.