O técnico Tite ganhou mais um problema para montar o ataque da Seleção Brasileira nos jogos contra Uruguai e Paraguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. Nesta sexta-feira, o atacante Douglas Costa machucou seu joelho esquerdo durante treino com o Bayern de Munique e, de acordo com o clube, "definitivamente" precisará ser cortado da Seleção.

O Bayern não deu maiores informações sobre a lesão, apenas que ela foi no joelho esquerdo e que aconteceu durante o treino desta sexta, garantindo que ele não terá condições de jogar contra o Borussia Mönchengladbach, domingo, pelo Campeonato Alemão, nem pelo Brasil, que entra em campo dia 23 contra o Uruguai e cinco dias depois diante do Paraguai.

Essa é a segunda vez que Douglas Costa precisa ser cortado de uma convocação de Tite. Em setembro, ele sofreu lesão na coxa direita e precisou ser substituído por Taison, desfalcando a equipe contra Venezuela e Bolívia. Antes, em julho, ele só não foi convocado na lista final para a Olimpíada porque não se recuperou de lesão na coxa esquerda.

Para enfrentar Uruguai e Paraguai, Tite já não conta com Gabriel Jesus, centroavante titular, que sofreu uma lesão no quinto metatarso do pé direito em meados de fevereiro. Na ausência do jogador do Manchester City, o treinador chamou o veterano Diego Souza para a Seleção.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ainda não se pronunciou sobre o corte de Douglas Costa. Para o ataque, Tite tem Neymar, Diego Souza e Roberto Firmino. Entre os candidatos a ficarem com a vaga de Douglas Costa estão Lucas (PSG), Dudu (Palmeiras), Luan (Grêmio), Robinho (Atlético-MG) e Hulk (Shanghai SIPG), além do próprio Taison.