Esqueça os medalhões: a conquista do tão sonhado primeiro ouro olímpico do futebol brasileiro teve no até então desconhecido Rogério Micale a figura de maior liderança do elenco verde e amarelo. O baiano, que, a princípio, apenas prepararia a Seleção Olímpica para que Dunga a comandasse nos Jogos do Rio, foi "efetivado" a técnico do Brasil no evento depois que a CBF demitiu o capitão do tetra.

Mais de três meses depois do maior título da carreira, o técnico da Seleção sub-20 concedeu entrevista exclusiva a Mauro Beting e revelou: a saída de Dunga e a consequente decisão da CBF de efetivá-lo a treinador na Rio-2016 facilitaram o trabalho dele e dos jogadores que subiram ao topo do pódio no maior evento esportivo do planeta – a entrevista, na íntegra, vai ao ar no próximo fim de semana, na Rádio Jovem Pan. 

"Se o Dunga assumisse o time, saberia o que foi trabalhado durante todo o período de preparaçãoEu relatava a ele tudo o que realizava em jogos e treinamentos. Então, acredito que haveria uma sequência do trabalho. (A conquista do ouro) poderia ter acontecido com o Dunga, talvez. Mas a gente não sabe. Nunca vai saber. O importante é que a preparação foi feita dentro daquilo que a gente acredita de futebol", afirmou Micale.

"Depois, (com o Dunga) caindo e comigo tendo condição de realizar esse trabalho, ficou mais fácil. Não só para mim, como para os jogadores, que já entendiam a filosofia de trabalho e conheciam a forma como gostávamos de jogar. Só agregamos alguns jogadores e, no final, deu tudo certo", acrescentou o técnico, grato pela confiança que a CBF lhe deu no momento em que Dunga foi demitido. 

"Eu estava fazendo um trabalho todo voltado ao Dunga, preparando a equipe. Sinceramente, estava apenas cumprindo com aquilo que estava sendo programado: realizava treinamentos e comandava o time nas Datas Fifa para entregá-lo ao Dunga na Olimpíada. Mas estou muito feliz por isso ter acontecido, por ter conquistado algo tão importante para a minha carreira e para o nosso futebol. Me sinto realizado por ter feito parte disso tudo", finalizou. 

A Seleção Brasileira ganhou o torneio olímpico de futebol pela primeira vez em 20 de agosto, depois da emocionante vitória sobre a Alemanha, nos pênaltis, no Maracanã. O ouro encheu Rogério Micale de moral e garantiu ao antes desconhecido treinador a permanência no cargo pelo menos até os Jogos de Tóquio, em 2020.