0:00
0:00

Volta, Ibra! 5 motivos para o craque sueco reconsiderar a aposentadoria e brilhar na Copa

  • Por Jovem Pan
  • 14/11/2017 11h27

EFE

Ibrahimovic aposentou-se da seleção em 2016, porém a Suécia voltou a uma Copa do Mundo após 12 anos

Em 2013, quando a Suécia foi eliminada por Portugal e perdeu a vaga para a Copa do Mundo no Brasil, muita gente lamentou que o Mundial não contaria com a presença de Zlatan Ibrahimovic, um dos melhores e mais carismáticos atacantes do futebol atual. E a chance de vê-lo em uma Copa foi reduzida a zero quando ele anunciou sua aposentadoria da seleção em 2016.

Porém, é possível que ele mesmo não esperasse que seus conterrâneos conseguissem vaga para a Copa de 2018, ainda mais tirando a tradicional seleção italiana do Mundial. Ibra acompanhou a classificação de perto e ainda soltou um “nós somos Suécia” em suas redes sociais. Seriam esses indícios de que Ibrahimovic estaria reconsiderando sua aposentadoria para jogar a Copa novamente?

A Jovem Pan listou cinco motivos que provam por que a presença de Ibrahimovic deixará a Copa do Mundo de 2018 muito mais divertida. Confira:

Vai ter gols…

Mesmo sem jogar na seleção desde a Eurocopa do ano passado, Ibrahimovic ainda é o maior artilheiro da história da Suécia com 62 gols em 115 jogos. Se sem ele os suecos ainda marcaram 26 gols nas Eliminatórias, imagina o quanto o ataque deles irá melhorar com o reforço de Zlatan.

E gols bonitos!

Que Ibra deve balançar as redes em seu retorno, isso a gente já sabe. Mais que isso, essa é a chance de finalmente o mundo ver Ibrahimovic marcar algum dos seus golaços em uma Copa. E se ele resolve repetir aquela bicicleta de fora da área como contra a Inglaterra, em 2012?

Experiência

A última Copa que Ibrahimovic jogou foi a de 2006, na Alemanha, quando tinha apenas 24 anos. Desde então, já se passaram 12 anos e ele colecionou gols e taças por onde passou. Antes da grave lesão que sofreu no joelho, Ibra vinha mostrando no Manchester United que ainda joga em alto nível. Como ele mesmo se definiu, Ibra é como um vinho e melhora a cada ano.

Ibra = zoação

Além de goleador, Ibrahimovic também é um grande provocador. Já podemos esperar entrevistas repletas de frases marcantes e o que não vai faltar na Rússia são zagueiros para ele olhar a camisa e perguntar “quem é você?”, assim como ele fez com Paul Baysse.

A chance de fazer história

Uma das maiores injustiças do futebol é Ibrahimovic nunca ter mostrado o craque que é em uma Copa do Mundo. Seria essa a chance de o astro escrever de vez o seu nome na história dos Mundiais e ajudar a Suécia a alcançar uma semifinal como fez em 1994, ou até um vice-campeonato como em 1958?