0:00
0:00

Juventus leva a melhor em retrospecto contra o Monaco na Liga dos Campeões

  • Por EFE
  • 21/04/2017 14h22
Facebook/ReproduçãoFacebook/ReproduçãoDireção do Bayern confirma acerto com a Juventus para a contratação do chileno Vidal

A Juventus conta com um bom retrospecto contra o Monaco, time que enfrentará nas semifinais da Liga dos Campeões e sobre o qual levou a melhor em todas as vezes que ambos duelaram pelo torneio.

A equipe de Turim, que eliminou o Barcelona nas quartas de final, encontrará um Monaco que se tornou a revelação do ano ao liderar o Campeonato Francês e eliminar Manchester City e Borussia Dortmund ao longo da competição continental.

A história registra quatro partidas entre Juventus e Monaco: as duas primeiras pelas semifinais da temporada 1997-1998 e as outras pelas quartas de final de 2014-2015.

Os italianos saíram vencedores do confronto de 1998, ao vencerem por um sólido 4 a 1 em Turim, em jogo marcado pelo ‘hat-trick’ de Alessandro Del Piero e por um gol de Zinedine Zidane.


Na partida de volta, o Monaco, que contava com uma dupla de ataque formada por Thierry Henry e David Trezeguet, venceu por 3 a 2, o que não foi suficiente para conseguir a vaga na final em Amsterdã.

A “Velha Senhora” voltou a se deparar com o Monaco nas quartas de final da temporada 2014-2015 e novamente levou a melhor, dessa vez graças à cobrança de pênalti certeira de Arturo Vidal, que selou a vitória por 1 a 0 em casa na ida. No segundo jogo, ambas as equipes ficaram no 0 a 0 no Stade Louis II.


Dois anos depois desse confronto, Juventus e Monaco voltarão a disputar uma vaga na final. Um duelo entre duas equipes que, com estilos diferentes, dominam os respectivos campeonatos domésticos e eliminaram equipes ilustres.

A Juventus tem a defesa menos vazada do torneio continental (apenas dois gols sofridos, ambos na fase de grupos) e brilhou nas quartas de final ao vencer o Barcelona por 3 a 0 na ida e segurar um empate sem gols no Camp Nou.

O Monaco lidera o Campeonato Francês à frente do poderoso Paris Saint-Germain e chegou às semifinais da Liga dos Campeões apresentando um estilo de jogo ofensivo, passando por Manchester City nas oitavas e Borussia Dortmund nas quartas.

Se a equipe treinada por Leonardo Jardim tem como referência o francês Kylian Mbappé, de 18 anos, a Juventus pode contar com o argentino Paulo Dybala, de 23, que marcou dois gols contra o Barcelona.

A partida de ida será disputada em Monaco, no dia 3 de maio, e a volta será realizada em Turim, no dia 9.