0:00
0:00

Mais decisivo, Rodriguinho supera números de Cueva, Guerra e Lucas Lima

  • Por Jovem Pan
  • 12/05/2017 16h06
Divulgação / Daniel Augusto Jr. / Agência CorinthiansDivulgação / Daniel Augusto Jr. / Agência CorinthiansRodriguinho - Corinthians x Botafogo

Rodriguinho - Corinthians x Botafogo

Destaque do Corinthians em 2017, o meia Rodriguinho vive a melhor fase da carreira. O camisa 26 também se destaca na comparação com outros meias como Cueva (São Paulo), Guerra (Palmeiras) e Lucas Lima (Santos).

Rodriguinho não apenas marcou mais gols do que seus rivais, como também está entre os líderes no número de assistências e entrou em campo mais vezes. Em 22 partidas como titular absoluto de Carille, o jogador fez oito gols e deu passe para outros quatro. Apenas Lucas Lima supera Rodriguinho no número de assistências. Dos 14 jogos na temporada, o santista deu oito passes para gol, mas balançou as redes apenas duas vezes.

Já o peruano Cueva entrou em campo em 15 oportunidades, com sete gols marcados e três assistências. Enquanto Guerra fez 13 jogos, dois gols e deu uma assistência.

É importante salientar que o Corinthians saiu vencedor sempre que Rodriguinho marcou gols. O meia balançou as redes seis vezes nos últimos oito jogos, sendo cinco vitórias e três empates, exatamente as partidas em que o camisa 26 não fez gol.  

O atleta já havia sido considerado o melhor jogador do clube na temporada passada, com dez gols em 49 jogos. No entanto, a mudança de estilo proposta pelo técnico Fábio Carille tem sido fundamental para a melhora de desempenho. Com mais liberdade para atacar em 2017, o jogador atua mais centralizado e exerce a função de um autêntico camisa 10, enquanto em 2016 foi escalado mais como um volante, pois dividia a faixa central com Giovanni Augusto, Marquinhos Gabriel e Guilherme.   

Artilheiro do time

O novo posicionamento também despertou a faceta goleadora do camisa 26. Com o gol diante da Universidade de Chile, na vitória por 1 a 2, pela Copa-Sul-Americana, ele chegou a oito e superou Jô, que tem sete, e assim se tornou o artilheiro do Corinthians no ano.