O lutador Anderson Silva está fora do próximo UFC Rio 8, previsto para 3 de junho. O “Spider” confirmou a desistência oficial do evento, no último domingo, durante uma live na sua rede social. “Hora de desmontar o camping e voltar para casa. Queria muito lutar no meu país, mas não vai acontecer. Acho que fui prejudicado nessa, mas é isso”, lamentou.

Silva vinha alimentado a possibilidade de fazer uma das últimas disputas de cinturão da carreira em casa, mas o presidente do UFC, Dana White recusou a proposta de um combate válido pelo título interino dos médios.

Inicialmente, o brasileiro lutaria contra Kevin Gastelum, flagrado no doping por uso de maconha, logo após o combate diante de Vitor Belfort, no UFC Fortaleza em março. Desde então o UFC tem buscado diversos nomes, como Luke Rockhold, Yole Romero, Rashad Evans, Dan Handerson, mas ninguém chegou ao acordo.

Até o momento, o UFC Rio conta com 13 lutas, com destaque para José Aldo x Max Holloway e Cláudia Gadelha x Karolina Kowalkiewicz. O evento também terá os brasileiros Vitor Belfort, Felipe Sertanejo, Iuri Marajó, Erick Silva, entre outros.